Ele também disse que o zagueiro Antônio Carlos será o novo reforço do Palmeiras para esta temporada.

William Pottker era um desejo do Corinthians para a disputa desta temporada (Foto: Paulo Leoni/Ponte Press)

Pottker havia publicado no final de semana uma foto em que dizia estar indo para São Paulo para “resolver a vida”. Segundo o mandatário, as chances de o atacante deixar o clube de Campinas antes do Campeonato Paulista são nulas.

“O Pottker fica na Ponte. Não vai para nenhum clube brasileiro. Termina o Paulista aqui. A partir do fim do Paulista, vamos ver o que vai surgir. O que surgiu agora não interessa para a Ponte”, declarou Pereira. “Só vai sair se pagar a multa. A multa vai para 4 milhões de euros [R$ 13,5 milhões]”, acrescentou.

O Corinthians já acertou as chegadas dos atacantes Jô e Kazim para 2017. O clube considerava a negociação por Pottker difícil, mas tinha esperanças de que poderia contar com o jogador nesta temporada. O Botafogo era outra equipe que havia manifestado interesse no atleta da Ponte.

(Foto: Fábio Leoni/Ponte Press)
Antônio Carlos poderá ser o sétimo reforço do Palmeiras para 2017 (Foto: Fábio Leoni/Ponte Press)

Antônio Carlos – Pereira também aproveitou para confirmar a saída de Antônio Carlos. O zagueiro de 23 anos negociava a renovação com a Macaca, mas foi seduzido pela diretoria do Palmeiras com a chance de disputar a Copa Libertadores de 2017. Ele trabalhou com o técnico Eduardo Baptista no Brasileirão do ano passado.

“O Antônio Carlos não era da Ponte, estava emprestado. Aí recebe uma proposta de R$ 180 mil de salário, mais R$ 2,5 milhões do Palmeiras, e acabou vendido”, disse o presidente. O zagueiro pertencia ao Tombense, clube mineiro ligado ao empresário Eduardo Uram. Ele teve passagens por Avaí, Flamengo e Corinthians.

Se for confirmado, Antônio Carlos será o sétimo reforço do Palmeiras para 2017. O time já anunciou as chegadas do volante Felipe Melo, dos meias Alejandro Guerra, Michel Bastos, Raphael Veiga e Hyoran e do atacante Keno.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA