Seis jogos deram sequência a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, nesse domingo. Os destaques ficaram por conta do empate do Corinthians diante do Cruzeiro – que não parecia estar de ressaca após o título da Copa do Brasil, conquistado na última quarta-feira – e que manteve o Timão com folga na liderança e a boa vitória do São Paulo sobre o Sport, afastando o Tricolor da zona de rebaixamento. Além disso, o Grêmio venceu o Fluminense e voltou a brigar pela segunda colocação.

Clayson saiu do banco de reservas para ajudar o Corinthians a sair do Mineirão com um empate

Em duelo movimentado no qual a Raposa teve mais volume de jogo, Cruzeiro e Corinthians ficaram no empate, por 1 a 1, na tarde deste domingo, às 16h, no Mineirão. Após levar no gol no inicio do jogo, o Timão martelou até conseguir o empate, em cobrança de pênalti do iluminado Clayson que saiu do banco de reservas para salvar os paulistas da derrota.

O resultado deixa o Timão com 55 pontos, porém a vantagem para o vice-líder Santos caiu de dez para oito pontos. A Raposa segue em quinto, com 41 pontos mas já tem vaga garantida na Libertadores do próximo ano.

No mesmo horário, o Grêmio pressionou durante quase todo o jogo, mas só foi conseguir a vitória de forma emocionante, momentos antes do fim da partida. O gol da vitória só aconteceu aos 40 minutos do segundo tempo. Após cruzamento de Everton, a bola sobrou para Beto da Silva decretar a vitória gaúcha.

Com o empate do Corinthians em Belo Horizonte, o Tricolor Gaúcho chegou aos 46 pontos e fica a nove pontos do líder, diminuindo um pouco a vantagem. O Flu vê o Z4 ameaçar, já que está em 15ª com 31.

BRIGA PELO REBAIXAMENTO ESQUENTOU
Também às 16h, o duelo direto pela parte baixa da tabela, o São Paulo recebeu o Sport na tarde deste sábado no estádio do Morumbi. As duas equipes fizeram um jogo muito fraco, mas o tricolor paulista conseguiu aproveitar um erro do adversário para sair com a vitória por 1 a 0 de campo, gol marcado por Marcos Guilherme.

O resultado tira o time de Dorival Júnior da zona de rebaixamento, subindo para a 13ª posição com 31 pontos. Já o Sport cai para 16º e fica ainda mais ameaçado pois ele tem 30 pontos e se a Ponte Preta vencer nessa segunda-feira, pode ultrapassa-lo.

Apesar de ser bastante contestado, Sidão foi um dos destaques do São Paulo na vitória sobre o Sport

Outro time que conseguiu uma boa vitória para sair do Z4 foi o Vitória. Surpreendente desde o começo do jogo, o Leão fez o primeiro gol aos 14 minutos. Em um lance de contra-ataque, Tréllez chutou na trave, David ficou com o rebote e tocou para o gol.

A reação do Botafogo começou no 1º tempo. Aos 25min, após cobrança de falta, Brenner mandou a bola para o gol. A virada aconteceu aos 15min do 2º tempo, novamente com Brenner. Ele ficou frente a frente com o goleiro Caíque e finalizou com sucesso.

Quando tudo caminhava para o triunfo do Botafogo, o Vitória começou a virada com gol de André Lima, aos 43min. Ele aproveitou escanteio e mandou a bola para a rede. E nos acréscimos, depois de Valencia ser expulso e deixar o Botafogo com um jogador a menos, Danilinho fez o gol decisivo. Com o resultado, o time baiano chega aos 32 pontos, no décimo lugar do Brasileirão. O Bota segue com 40, em sexto lugar após conhecer a sua primeira derrota após quatro vitórias.

No outro jogo da rodada, para tentar se manter vivo no Campeonato Brasileiro, o Atlético Goianiense venceu um rival direto na luta contra o rebaixamento. Na Ressacada, o Avaí decepcionou seus torcedores e se viu derrotado por 2 a 0 e com isso se complicou.

DUELO DOS ATLÉTICOS QUE FECHOU OS JOGOS DE DOMINGO
No duelo que fechou as disputas do domingo, Atlético-PR e Atlético-MG se encontraram na Arena da Baixada em Curitiba. Melhor para o time visitante que após três resultados negativos voltou a vencer e ganhou o duelo pelo placar de 2 a 0.

O grande destaque do jogo foi Robinho, que marcou dois gols. Com isso, o Galo chega aos 34 pontos mas segue na parte intermediária da tabela, em nono com 34 pontos. Já os donos da casa estão logo na frente em oitavo, com o mesmo número de pontos mas fica em vantagem por conta dos critérios de desempate.