O prefeito Mario Botion garantiu investimentos do governo estadual para a construção de uma nova creche na região do Residencial Rubi e para a retomada das obras da escola estadual no Jardim Lagoa Nova.De acordo com o prefeito, o governador compreendeu a necessidade do pedido apresentado pelo município, na busca de recursos estaduais para a construção de uma nova creche na região do Rubi. “Uma nova unidade também atenderá, além dos moradores do Rubi, os futuros empreendimentos previstos naquela região. Diante do nosso pedido, o governador concordou da necessidade de se construir uma creche naquele local, pois a ampliação de vagas será fundamental para dar mais qualidade para os moradores”, destacou.

No encontro com Botion, Alckmin recebeu os ofícios solicitando recursos para atender as demandas na área educacional, tanto da creche quanto da escola do Jardim Lagoa Nova. A estimativa de investimento na construção da nova creche, segundo a Secretaria de Educação, seria de aproximadamente R$ 1,5 milhão. A ideia é que o espaço tenha capacidade de gerar 200 novas vagas.

O secretário da Educação, André Luis de Francesco, ressaltou a importância da unidade para a região. “Apesar dos espaços públicos existentes, a nova creche poderá proporcionar atendimento não apenas ao Residencial Rubi como para outros empreendimentos daquela região, pois existe uma demanda considerável”, disse.

Diante do aval do governador, a pasta providenciará a documentação com a finalidade de o projeto ser implementado. Desde o início da atual gestão, a Secretaria de Educação tem batalhado para a viabilidade de uma creche para o atendimento aos moradores do Residencial Rubi. O investimento ocorrerá por meio de recursos do Fundo para o Desenvolvimento da Educação (FDE).

Além da creche municipal, o prefeito Mario Botion pediu uma atenção especial do governador em relação à paralisação das obras da escola estadual do Jardim Lagoa Nova. A construção da unidade teve início em junho de 2012, com previsão de entrega para junho de 2013. No entanto, a construtora rompeu o contrato e a obra está paralisada desde 2013.

A atual administração tem buscado apoio do governo estadual na tentativa de retomada das obras, já que considera um pedido importante da própria população. No encontro, o governador também se comprometeu a dar prosseguimento na construção da unidade estadual.

De acordo com Botion, a escola estadual deverá atender a demanda de alunos não só do Lagoa Nova, mas também do Jardim Ernesto Kühl, Jardim Odécio Degan, Jardim Inocoop, Jardim Aeroporto, Residencial Las Palmas e Residencial Alexandre Janoski Filho.