A Biblioteca Pedagógica, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de Limeira, iniciou a oficina de artesanato para confecção de bonecas e bichinhos de feltro. A aula inaugural contou com a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Roberta Botion. “É uma alegria participar desta atividade. As 20 vagas foram preenchidas em apenas três horas e já temos até lista de espera. Estamos estudando as possibilidades para abrir novas turmas”, destacou Roberta.

A voluntária, que reside na cidade há cinco meses, é artesã há mais de 40 anos. “O artesanato é minha paixão desde criança. Já morei em oito municípios e sempre atuei como voluntária. É uma maneira de criar vínculos, interagir com outras pessoas e oferecer o meu conhecimento à comunidade”, contou Cilene.

A coordenadora da Biblioteca, Taciana Lefcadito Alvares, explicou que a iniciativa promove a interação social e a troca de experiências. “O objetivo é proporcionar o encontro entre as pessoas que gostam de artesanato em um espaço de difusão de conhecimento e cultura, como é a Biblioteca Pedagógica. Já realizamos outros cursos e a ideia é ampliar ainda mais estas atividades”, ressaltou Taciana.

As aulas são realizadas as segundas-feiras, das 14h às 16h30. Teresa Corrêa, de 64 anos, participa pela primeira vez de uma oficina na Biblioteca. “Sempre gostei de trabalhos manuais, faço crochê há bastante tempo e agora quero aprender uma nova técnica”, comentou. “Estou feliz em participar desta atividade”, disse Cleusa Souza Araújo, de 60 anos.

A oficina também conta com a participação de pessoas que já conhecem a técnica. “Já confecciono bonecos de feltro, mas quero aperfeiçoar os meus trabalhos”, afirmou Thaís Bescaino, 27 anos.

As alunas também assistiram a uma sessão de contação de histórias, com os profissionais Renata de Paula e Amauri de Oliveira, da Confraria do Conto. “Nesta apresentação mostramos como as bonecas e os bichinhos de feltro podem ser utilizados em uma contação de histórias”, disse Oliveira.