Americana está entre as 120 cidades brasileiras que participam do Circuito Sesc de Artes 2018, com a edição “Arte na rua para todos!”.

A programação de Americana conta com apresentações de teatro, cinema, música, filmes, entre outros. Confira:

Máquinas de Desenhar
Estúdio Hacker
Os participantes da atividade têm a chance de utilizar máquinas analógicas e digitais para fazer desenhos. Com a lousa paramétrica é possível criar objetos geométricos em duas dimensões, exibidos em tempo real em uma tela. Há ainda dois robôs, um para desenhar com controle remoto e outro que faz desenhos aleatórios, dependendo da posição das canetas acopladas.

Personagens Fantásticos Nunca Inventados
Alberto Duvivier Tembo e Patrícia Marchesoni Quilici
A atividade desafia os participantes a se transformarem em um personagem inédito – um herói ou heroína, vilão ou vilã, monstro ou qualquer outro – utilizando acessórios como máscaras, capas, chapéus e também objetos que serão feitos na hora. Os criadores e seus personagens serão fotografados e suas imagens e características farão parte de um jogo de cartas no estilo SuperTrunfo.

Curtas de Animação da Pixar
Exibição de uma seleção dos curtas-metragens de animação criados pelo estúdio Pixar, responsável por grandes sucessos do cinema e que, atualmente, faz parte da Walt Disney Pictures.

Histórias Suspensas
Companhia Radar 360º
Três narradores do grupo português emprestam seu corpo e sua voz para contar histórias, ao mesmo tempo em que reagem às reviravoltas e mudanças na trama. Cada desvio leva a novas pequenas histórias, enquanto o tempo da ação principal pode ser suspenso, parar ou passar mais rápido, dependendo da interação dos atores com o público, pois a cada apresentação uma nova história é criada coletivamente.

Quatro Cantos
Desde 2011, os violeiros, compositores e cantadores paulistas Cláudio Lacerda, Luiz Salgado, Rodrigo Zanc e Wilson Teixeira exploram a música do interior do Brasil no projeto Quatro Cantos. O repertório dos shows é de música caipira, sertaneja e folclórica, sem limitações em relação à região de onde vieram as canções, mas com a viola e a cultura popular como ponto comum.

Ilusionismo Close-Up
A mágica de proximidade, mais conhecida como close-up magic, é executada bem próxima ao público que, mesmo assim, fica abismado com a agilidade e o talento do mágico. Caio Ferreira circula pelo espaço e realiza diversas performances para grupos pequenos de espectadores, com elementos do cotidiano, como cartas e dinheiro, entre outros itens.

A programação completa do Circuito Sesc de Artes 2018 em todas as cidades está disponível no site www.sescsp.org.br/circuitosescdeartes