Lucas Lima foi anunciado como reforço do Palmeiras na última quinta-feira com um contrato de cinco temporadas. Mas há uma cláusula de saída em discussão que poderá permitir a saída do meia depois de dois anos de vínculo cumprido.

O valor desse dispositivo no acordo seria de R$ 7,8 milhões, montante equivalente a 50% do valor gasto pelo Palmeiras com salários no período.

O meia alviverde receberá aproximadamente R$ 600 mil (a maior parte é fixa e uma fatia menor está condicionada à produtividade, ou seja, por jogo realizado). Ele também ganhará uma quantia em luvas, como prêmio pela assinatura – o jogador se transferiu livre do Santos.
Há um consenso de que o valor de mercado de Lucas Lima é bem superior aos possíveis R$ 7,8 milhões. Mas, como não houve um investimento inicial do Palmeiras para a compra dos direitos, a ideia é ter uma eventual saída para o exterior facilitada no futuro.

Lucas Lima foi anunciado pelo Palmeiras (Foto: Reprodução) Lucas Lima foi anunciado pelo Palmeiras (Foto: Reprodução)

Ainda não é certo que a cláusula será colocada no contrato, a ser formalizado em janeiro. Os detalhes estão sendo tratados entre os dirigentes do Verdão e o estafe do jogador.

Nesta semana, Lucas Lima assinou uma carta de intenções em que se compromete a firmar vínculo com o Verdão. Não há multa rescisória internacional no vínculo do jogador, mas existe um valor de multa nacional estipulado proporcional aos salários do atleta.