Um novo caminho profissional, mais um sentido para a vida, fonte de inspiração. Ainda emocionadas com o fim da etapa de aprendizado, iniciada há ano, bolsistas do Centro de Qualificação Pessoal e Profissional – Costura & Moda ressaltam que cursar “Costura Industrial” representou para elas uma experiência transformadora. A formação, de 256 horas, é promovida pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. A turma com 39 bolsistas, que concluiu os estudos no primeiro semestre, é formada somente por mulheres.

Ex-metalúrgica, ao ver a experiência da avó e da prima costureiras, a bolsista Joyce Santos da Silva resolveu arriscar uma mudança de área. “Há muitos anos, eu tinha vontade de aprender a costurar. Eu ia fazer isto, mas fiquei desempregada e não pude pagar um curso particular, de três meses, em Campinas, que sairia por R$ 270. Com passagens e alimentação, quase R$ 500”, calcula. Foi quando uma amiga lhe trouxe a boa notícia de que, na própria cidade em que mora, a Prefeitura disponibiliza esta oportunidade, gratuitamente, aos inscritos no programa “Qualifica Cidadão”. “Fui ao CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) e me inscrevi. Eu, que não sabia nem mexer na máquina, gostei muito. Foi gratificante. Fiz muitas amizades e aprendi muitas técnicas e quero continuar me aprimorando. Penso em seguir carreira. No ano que vem, minha filha entrará na rede municipal. Não vejo a hora de vê-la usando o uniforme escolar. Fiquei feliz em produzir os deste ano”, comenta.

Abalada com a morte recente da mãe, no ano passado, a dona de casa Rosimary da Silva Sousa Paixão, que trabalha informalmente como cabeleireira, andava muito emotiva e temia entrar em depressão. Por sugestão de amigas que haviam se formado no curso, resolveu tentar uma vaga. Hoje é só gratidão. “Foi ótimo fazer. Agradeço a Deus por ter feito. Eu, que não sabia nem enfiar linha na agulha fui gostando e aprendendo. Foi uma terapia mental. Fiz amizades, fui me desenvolvendo e agora penso em atuar na área. Me interessei muito. Amei fazer os uniformes escolares”, afirma “Rosinha”, como é chamada pelas amigas.

Emoção na formatura

A cerimônia de entrega de certificados da formação, realizada nesta terça-feira (13/03), reuniu cerca de 200 pessoas, no auditório Andreia Marise Borelli, no Remanso Campineiro, dentre elas formandas, familiares, o líder do governo na Câmara Municipal, John Lenon, e os secretários municipais Ananias José Barbosa (Inclusão e Desenvolvimento Social) e Carlos Augusto César (Governo).Cada formanda recebeu quatro certificados: um pela capacitação em Costura Industrial – Camisetas e Bermudas e os demais relativos aos três módulos básicos (Gestão de Pessoas; Tecnologia Têxtil e Melhoria Contínua). Segundo a Secretaria de Inclusão, a formação está de acordo com as necessidades do mercado industrial de confecção e qualifica as aprendizes para ingressar no mercado de trabalho, uma vez que trabalha conjuntamente os contextos pessoal e profissional.

Um dos destaques da celebração, foi a entrega a cada concludente da primeira camiseta confeccionada pelas aprendizes, como lembrança e símbolo da evolução, neste período. “Foi muito legal este presente. Fiquei muito emocionada. Chorei o tempo todo”, revela Rosimary.

“Nosso sentimento é o de dever cumprido, com o propósito genuíno de profissionalizar pessoas que, em alguns momentos de sua história de vida, estavam desiludidas, desacreditadas, e hoje são protagonistas de sua própria história”, afirma o diretor de Geração de Renda e Economia Solidária, Márcio Gomes.

Segundo Gomes, no segundo semestre deste ano, inicia a próxima turma de aprendizes, formada por 40 bolsistas do programa Qualifica Cidadão, já pré-selecionadas. Cada participante recebe, além da formação profissional, bolsa de R$ 510 e cesta básica. O projeto de formação de mão de obra especializada é também responsável pela confecção dos uniformes escolares (kits de verão e de inverno) entregues aos 24,6 mil matriculados na rede municipal de Ensino.

Esta é a quarta turma formada pela Prefeitura. As três primeiras formaram 180 bolsistas. Neste ano, a Secretaria entregará certificados a mais 60 bolsistas, sendo 40 neste semestre e 20 no próximo semestre.