Manter a preservação da cultura e história da Usina Santa Bárbara. A Festa da Negadinha da Usina em Santa Bárbara d’Oeste acontece no dia 24 deste mês no Novo Pátio da Usina Santa Bárbara, no Residencial Dona Margarida. Neste ano o evento celebra o bicentenário da cidade. A partir das 9 horas a programação tem início com a missa na Capela Nossa Senhora de Fátima, seguida do cortejo e hasteamento do mastro dos santos. Em seguida haverá apresentação da Corporação Musical União Barbarense, Banda Forrojáh, Banda Alto Astral com a participação das passistas e encerramento com a banda Negritude Júnior. Durante toda a programação, haverá comercialização da Feira de Artesanato.

A Praça de Alimentação terá cardápio diversificado e será explorada pelas entidades assistenciais APAE, Hospital Santa Bárbara, Associação Negadinha da Usina, Rede Feminina de Combate ao Câncer, Creche SOS, Lions Club Pérola, Centro Espírita Maria Gorete, Creche João Paulo II e Vida e Sobriedade.

Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix, a Festa da Negadinha da Usina é um evento histórico, familiar e tradicional de Santa Bárbara. “Não existem os 200 anos sem a história da Negadinha da Usina – essencial na construção e fundação do nosso Município, além do desenvolvimento econômico, cultural e turístico. Agradeço o prefeito Denis Andia que não mediu esforços para trazer uma nova fotografia da cidade em beneficio à população em meio às atividades culturais, turísticas, ambientais e sociais”, frisou.

História – A Festa da Negadinha surgiu com a proposta de realizar o reencontro dos ex-moradores do local. Os primeiros passos para a construção da Usina Santa Bárbara foram dados em 1877, quando o major João Frederico Rheder adquiriu áreas da Fazenda São Pedro. Em 1883 foi montado o primeiro grande engenho. A usina de açúcar e álcool foi inaugurada em 25 de julho de 1914. O local foi desativado em 1995 e continua sendo um dos pontos de maior identificação do Município.