Contribuir para a redução da vulnerabilidade e risco social e da evasão escolar por meio da prática da Capoeira, tendo por finalidade a disseminação de princípios e valores como respeito, tolerância, equidade, cidadania e a valorização dessa tradição nativa que congrega arte e cultura é o objetivo traçado pela Estação Cultural da Fundação Romi ao promover a continuidade, em 2018, da Oficina de Capoeira Socioeducativa, ministrada pelo contramestre Motta, da Associação de Capoeira Motta & Cultura Afro.Os participantes da Oficina de Capoeira Socioeducativa aprendem não apenas o gingado, a luta e o jogo, mas também, a tocar os instrumentos típicos e a cantar cantigas impregnadas de história oral, além de componentes morais e éticos primordiais ao fortalecimento de vínculos familiares e a convivência social. A proposta traz à tona a cultura popular, de matriz africana, reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade com seu ritmo, canto, dança e música. Os participantes da Oficina de Capoeira Socioeducativa, por maio das atividades, conscientizam-se acerca de suas responsabilidades, empenho e disciplina e, consequentemente, saúde e bem-estar.

Voltado prioritariamente às crianças e adolescentes, mas não limitadas a elas, tampouco à faixa etária, identidade ou gênero, a Oficina de Capoeira Socioeducativa é tanto para iniciantes quanto para aqueles que já tenham vivência. Inseridos em um grupo diverso, heterogêneo, em prol de um objetivo único e harmônico, os alunos sentem-se parte do todo. “É esta atmosfera salutar que vem a contribuir para a redução da vulnerabilidade social e evasão escolar”, pontua o Superintendente da Fundação Romi, Vainer Penatti.

Para o contramestre Motta oportunizar o acesso a Capoeira às crianças e adolescentes oferecendo uma atividade socioeducativa, sustentando uma sintonia entre as oficinas e a aquisição de componentes morais e éticos, indispensáveis para o desenvolvimento harmonioso de caráter cidadão, são as bases deste projeto. “A valorização da cultura, arte e esporte, vinculado ao bom desempenho escolar dos beneficiados tem por estratégia a ocupação do tempo de exposição dessas crianças e adolescentes, diminuindo possíveis riscos decorrentes da ociosidade e má influência”.Gratuita, os encontros da Oficina de Capoeira Socioeducativa ocorrem aos sábados, das 11h às 13h. As inscrições para novos ingressos devem ser realizadas presencialmente na Administração da Estação Cultural. O atendimento é de terça a sexta das 09h às 18h, aos sábado das 08h às 17h e, aos domingos, das 08h ao meio dia. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. As atividades retornam em janeiro de 2018. Mais informações podem ser acessadas no site, através do link, www.estacaocultural.org.br ou pelos telefones (19) 3455-4833 ou 3455-4830.