O Palmeiras apresentou nesta quinta-feira na Academia de Futebol, em São Paulo, o goleiro Weverton e o zagueiro Emerson Santos como reforços para 2018. A chegada acirra a briga por posições na defesa palmeirense.

No gol, Weverton terá a concorrência de Jailson e Fernando Prass; já Emerson vai disputar uma vaga com oito zagueiros, entre eles Edu Dracena, Mina (a sua permanência não está confirmada em virtude da transferência para o Barcelona), Juninho, Luan e Thiago Martins (pode ser negociado).
“Nós somos movidos a desafios e este é o meu. Sei o que vou encontrar. Prass e Jailson são grandes goleiros, ídolos aqui. E eu vou trabalhar para fazer história também. Vou trabalhar para ajudar, respeitando sempre as histórias deles. Mas eu quero fazer a minha história, ter o carinho da torcida”, disse o goleiro Weverton em entrevista coletiva.

Em homenagem a Marcos, Weverton vai vestir a camisa 21

HOMENAGEM AO SANTO
Weverton vai usar a camisa 21 como uma espécie de homenagem ao ex-goleiro Marcos, uma de suas fontes de inspiração como goleiro.

“Realmente, eu gosto bastante do número 12. Aqui, nada mais justo de que ela seja aposentada para goleiro, por causa do Marcão. Eu escolhi a 21 por ser parecida com a 12. Espero fazer história com a 12 ao contrário”, disse o goleiro de 30 anos, campeão olímpico nos Jogos do Rio-2016.

EMOÇÃO
Emerson Santos ficou emocionado ao comentar a assinatura de contrato com o novo clube. Ao longo do segundo semestre do ano passado, ele não atuou pelo Botafogo.

“Dentro do campo vou dar o meu melhor sempre. Não estava acostumado a dar entrevista no Rio. Mesmo que eu esteja bem, vou sempre em busca do meu melhor. A gente vai em busca de títulos”, disse, segurando as lágrimas.

O zagueiro afirma que não “pensou duas vezes antes de firmar o acordo com o Palmeiras”.

“(Alexandre) Mattos já tinha me procurado antes do assunto do Corinthians. Naquele momento, em que ele conversou comigo, eu tomei a decisão de vir para cá”, disse o jogador de 22 anos.

CONFIRA A APRESENTAÇÃO DOS DOIS JOGADORES