No Estádio Palestra Itália, com um gol no estilo ‘Cucabol’, o time alviverde ganhou do Fluminense por 3 a 1 e respirou na tabela de classificação.Trajado com uma calça verde escura, Cuca viu Guerra abrir o placar após jogada iniciada em arremesso lateral. Ainda no primeiro tempo, o artilheiro Henrique Dourado empatou e Keno marcou o segundo do time da casa. Nos acréscimos da etapa complementar, Roger Guedes ampliou em um contra-ataque.

Com sete pontos, o Palmeiras sobe para o oitavo posto e, às 21h45 (de Brasília) de quarta-feira, enfrenta o Santos, no Estádio da Vila Belmiro. Já o Fluminense, quinto lugar com 10 pontos, busca a reabilitação diante do Grêmio às 21 horas de quinta, no Maracanã.

O Jogo – Reforçado pelos retornos de Jean, Edu Dracena e Guerra, o Palmeiras foi melhor no começo da partida e saiu na frente aos nove minutos. No estilo Cucabol, Zé Roberto mandou a bola para área em arremesso lateral, Willian desviou de cabeça e Guerra completou de primeira para o fundo das redes.

O Fluminense não sentiu o gol e conseguiu empatar aos 18 minutos do primeiro tempo. Nas costas de Jean, Calazans recebeu pela esquerda e cruzou para conclusão certeira de Henrique Dourado. Preocupado com a vulnerabilidade de Jean, Cuca mandou-o para o meio de campo e posicionou Tchê Tchê na ala direita direita.

O Palmeiras retomou a vantagem aos 40 minutos. Em bela jogada individual do lado direito, Roger Guedes passou por Léo e Marquinho antes de cruzar para Keno completar com sucesso. No final do primeiro tempo, Henrique Dourado ainda teve a chance de empatar novamente, mas parou em uma grande saída de Fernando Prass.

Com Jean em um dia de pouca inspiração, Cuca resolveu trocá-lo no intervalo por Thiago Santos para fortalecer o meio de campo. Felipe Melo, que vinha com boa atuação, deixou o gramado mancando após sentir a perna direita na metade do segundo tempo e foi substituído por Fabiano, o que levou Tchê Tchê de volta para o meio.

Sem correr grandes riscos no campo de defesa, o Palmeiras dominou as ações durante a etapa complementar. Em chutes desferidos por Keno, Roger Guedes e Tchê Tchê, o time alviverde levou algum perigo, mas não teve grandes oportunidades de gol até os minutos finais.

Em sua terceira alteração, Cuca promoveu a entrada de Michel Bastos após Keno cair no gramado. Em busca do empate, o Fluminense se lançou ao ataque e quase empatou em cabeçada de Marcos Júnior, defendida por Fernando Prass. Nos acréscimos, em um veloz contra-ataque, Roger Guedes arrancou até a área adversária e fechou o placar.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo-SP
Data: 10 de junho de 2017, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa) e Leone Carvalho Rocha
Cartões amarelos: Felipe Melo, Zé Roberto, Roger Guedes e Michel Bastos (PAL); Henrique Dourado e Henrique (FLU)
Público: 33.066 pagantes
Renda: R$ 2.126.138,83
Gols:
PALMEIRAS: Guerra, aos nove minutos do primeiro tempo, Keno, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Roger Guedes, aos 48 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Henrique Dourado, aos 18 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean (Thiago Santos), Edu Dracena, Juninho e Zé Roberto; Felipe Melo (Fabiano) e Tchê Tchê; Roger Guedes, Guerra e Keno (Michel Bastos); Willian
Técnico: Cuca

FLUMINENSE: Júlio César; Lucas, Reginaldo, Henrique (Marcos Júnior) e Léo; Luiz Fernando (Nogueira), Wendel, Marcos Calazans e Gustavo Scarpa; Marquinho (Matheus Alessandro) e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga