Você já parou para pensar nos danos que causa ao jogar uma garrafa pet vazia no chão? Além de sujar o meio ambiente, ela pode entupir bocas de lobo, servir como criadouro para mosquitos transmissores de doenças e ainda poluir rios e córregos.Pensando em um local apropriado para o descarte das garrafas pets, mas também em aumentar a renda de quem trabalha com o recolhimento de materiais descartáveis, a Prefeitura de Nova Odessa, em parceria com o Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos), instalou na Praça Central José Gazzetta o “Peg Pet”.

O coletor é utilizado para o descarte de garrafas pets vazias. “Estive em Israel no ano passado e conheci um projeto semelhante. Além de não poluir o meio ambiente, já que as garrafas passam a ser descartadas corretamente, o material arrecadado também contribui para aumentar a renda das cooperativas que trabalham com o recolhimento dos recicláveis”, explicou o prefeito de Nova Odessa e presidente do Consimares, Benjamim Bill Vieira de Souza.

Ele contou que o projeto implantado em Nova Odessa é uma adaptação do sistema que conheceu em Israel. “Desenvolvi com a equipe do Consimares este projeto e instalamos esta semana o coletor na Praça. Tivemos recentemente uma reunião do consórcio e falei da iniciativa, que foi aprovada e deve ser implantada em outras cidades da região”, disse.

Superintendente do Consimares, o engenheiro agrônomo Valdemir Aparecido Ravagnani explicou que em Nova Odessa o material arrecadado será encaminhado para a Cooperativa de Reciclagem Coopersonhos, que tem parceria com o Município. “Esta cooperativa já atua na cidade e desenvolve um importante trabalho de destinação final dos reciclados. Certamente este material ajudará no aumento da renda dos cooperados”, explicou.

Segundo ele, a expectativa é que nos próximos meses o projeto seja implantado nas outras cidades que integram o consórcio. “Os prefeitos se interessaram pelo projeto e farão levantamento dos pontos em que podem receber os containers. É mais uma ação com assinatura do Consimares que trata da destinação correta dos resíduos”, finalizou.