Recebendo o Mirassol no Moisés Lucarelli pelo jogo de volta da grande decisão, a Macaca sofreu para criar boas oportunidades no primeiro tempo, porém, foi mais eficiente na etapa complementar para balançar as redes com Emerson e sair de campo com a vitória por 1 a 0 sob o olhar de mais de sete mil pessoas após o empate em 1 a 1 na partida de ida.

Com o resultado, a Ponte Preta embolsou R$ 360 mil e garantiu uma vaga na Copa do Brasil de 2019. Esse é o quarto Troféu do Interior conquistado pela Macaca, que já havia erguido a taça em 2009, 2013 e 2015. Já o Mirassol, com o vice-campeonato, voltará para casa com R$ 100 mil a mais em seus cofres.

Rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta estreará na Segundona no próximo dia 14, sábado, contra o Paysandu, no Moisés Lucarelli. Antes disso, no dia 11, o time enfrenta o Náutico pela quarta rodada da Copa do Brasil, também em casa.

Estádio Moisés Lucarelli recebeu o maior público do ano (7072 pagantes) nesta segunda-feira (Foto: Alexandre Battibugli/FPF)

O jogo – Ponte Preta e Mirassol não protagonizaram um primeiro tempo emocionante. Embora os donos da casa tenham tido um maior domínio da posse de bola, os torcedores que compareceram ao Moisés Lucarelli tiveram de esperar por um bom tempo para ver um lance de perigo. Somente aos 20 minutos houve uma boa oportunidade para uma das equipes abrir o placar. Xuxa cruzou pela direita, e Edson Silva ganhou no alto para cabecear rente à trave direita do goleiro Ivan, que apenas acompanhou a bola sair pela linha de fundo e por pouco não viu os visitantes saírem na frente.

Depois do lance do zagueiro do Mirassol, o jogo ficou ainda mais truncado. Concentrando o duelo entre as duas intermediárias, as equipes encontravam dificuldades para furar o bloqueio defensivo e balançar as redes. Assim, as alternativas eram as bolas áreas e os chutes de fora da área, mas nem assim alguém conseguiu levantar a torcida. Apesar de ficar menos com a bola, o Mirassol se mostrava um pouco mais eficiente que a Macaca e, aos 37 minutos, novamente assustou o goleiro Ivan, que saiu catando borboleta, mas contou com a falta de pontaria do ataque rival, que não conseguiu mandar para o fundo das redes.

Apenas aos 40 minutos a Ponte Preta respondeu. Yuri escorou de cabelç, e Orinho aproveitou a sobra para arrancar e soltar uma bomba da entrada da área. O chute, contudo, acabou saindo um pouco mais forte do que o jogador imaginava, e a bola passou por cima do gol, raspando o travessão do goleiro do Mirassol.

Já no segundo tempo a Ponte Preta pareceu acordar. Logo aos cinco minutos os donos da casa fizeram boa troca de passes, e Jeferson arriscou da entrada da área, assustando o goleiro Ivan, que se esticou todo e viu a bola passar muito próxima à trave direita de sua meta.

A Macaca teve mais sorte aos 2 minutos, quando Silvinho arrancou pela esquerda e tocou rasteiro para trás. Emerson, da entrada da área, aproveitou que vinha em velocidade para bater forte da entrada da área, cruzado, estufas as redes e garantir o Troféu do Interior à Ponte Preta.