Com concepção e direção de Otávio Delaneza, atuação de Gabriel Mazon, Lays Ramires e Matheus Luis, além do apoio técnico de Helton Carlos, a iniciativa dará acesso aos portadores de deficiência auditiva com um profissional intérprete da Língua Brasileira de Sinais traduzindo simultaneamente toda a peça.A atividade é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, por meio do PROAC (Programa de Ação Cultural), da Companhia Arte-Móvel e da Cooperativa Paulista de Teatro, com apoio da Prefeitura.

A Companhia Arte-Móvel, atuante no campo das artes da cena há cerca de nove anos, realiza em 2018, o projeto “Por um Estado de Liberdade”, contemplado pelo edital PROAC 02/2017 – Concurso de apoio a projetos de circulação de espetáculos de teatro.

Trata-se da circulação espetáculo “N”, por 11 cidades do estado de São Paulo, definidas de acordo com parâmetros bastante singulares. Os primeiros municípios são aqueles que receberam até 2015 o maior número de refugiados estrangeiros, já os segundos são os que tiveram suas histórias marcadas pela imigração oriunda de guerras.

A temática do espetáculo “N” é livremente inspirado na história de Anne Frank, garota judia que viveu refugiada durante a segunda guerra mundial. Num universo cheio de poesia, a peça nos leva a refletir sobre a condição de vida refugiada, e que todos nós somos “nada”, somos “ninguém” ou “nenhum” ao longo de nossas vidas. Basta que não sejamos aceitos, que não tenhamos a liberdade de existir como somos e então: o silêncio do refúgio acontece.

Sinopse: Três pessoas. Três seres humanos em fuga. Três corações solitários. Caminham a fim de afastar-se do estado de guerra no qual o mundo se encontra. Levam consigo o que o corpo é capaz de carregar. Desejam humanidade. Buscam alma. Mas algo inesperado pode mudar o rumo deste trajeto.

O Teatro está localizado na Rua João XXIII, 61, no Centro. Mais informações podem ser obtidas no facebook.com/ciaArteMoveldeTeatro/ ou (19) 99263.7088.