As forças governamentais da Síria retomaram o controle nesta quarta-feira (11) da cidade de Duma, na região de Ghouta Oriental, onde teria havido um ataque químico que matou mais de 40 pessoas.

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou nesta quinta-feira (12) que o Exército sírio já possui controle total da região e que, “a partir de hoje, atuam na cidade unidades da Polícia Militar das Forças Armadas da Rússia”, que, de acordo com o governo, é a “fiadora da preservação da ordem pública na cidade”.

O governo russo foi o responsável por coordenar as negociações que permitiram o cessar fogo na região e o traslado de soldados do grupo Estado Islâmico, que dominavam a cidade.

Flickr/Freedom House

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou que o Exército sírio já possui controle total da região

De acordo com as forças russas, “desde o dia 1º de abril, abandonaram Duma 13.504 milicianos e membros de suas famílias” e “foram evacuados na região 167 mil civis”.

O Centro russo para a Reconciliação das Partes Beligerantes na Síria emitiu um comunicado em que afirma que “hoje ocorreu um acontecimento transcendental na história da República Árabe da Síria, foi içada a bandeira em um edifício [governamental] de Duma, que marca o controle sobre a cidade e, por conseguinte, de toda Ghouta Oriental”.