OLX busca expansão em veículos e lança plataforma voltada a lojistas

A companhia, controlada em partes iguais pela sul-africana Naspers e a norueguesa Schibsted, lançou o Autoshift, reunindo anúncios de 260 mil carros disponíveis em 11.500 lojistas do país.

SÃO PAULO (Reuters) – O site de classificados OLX lançou nesta terça-feira uma plataforma de venda de veículos voltada para lojistas, numa estratégia para dar mais visibilidade à sua principal categoria de produto, no momento em que o mercado brasileiro de carros mostra crescimento após anos de queda.

Foto de arquivo de pessoas em uma feira de automóveis em São Paulo 7/09/2008 REUTERS/Rodrigo Paiva /

Apesar de expressivo, o volume representa uma fração dos 5,3 milhões de carros usados vendidos no país no primeiro semestre, segundo a associação de concessionários de veículos Fenabrave.

“Queremos fidelizar os clientes e conquistar mais profissionais (vendedores de carros)”, disse Giselle Tachinardi, diretora da categoria veículos da OLX Brasil, que tem 21 milhões de usuários ativos por mês. “Cerca de metade dos lojistas do país ainda não está na Internet, são pequenos empresários, pequenas locadoras”, acrescentou a executiva.

A OLX afirma ter a maior audiência do Brasil entre sites de venda de veículos, com 69 por cento de penetração no mercado automotivo, vendendo cinco carros por minuto. A companhia, que compete como sites como Webmotors, do Santander Brasil, iniciou operações no Brasil em 2010 e na venda de veículos há três anos.

“Estamos olhando a retomada do mercado de (veículos) novos, depois de quatro anos de queda…Os lojistas demandavam mais vitrine virtual…Nos últimos cinco anos, a média de visitas em concessionárias antes da decisão de compra era de cinco e, hoje, está em 1,2 visita. Os consumidores estão tomando decisão de compra online”, disse Giselle.

De janeiro a julho, as vendas de veículos novos no Brasil cresceram 13 por cento sobre um ano antes, para 1,68 milhão de unidades, anunciou na véspera a associação de montadoras de veículos, Anfavea.

A executiva comentou que os veículos anunciados no Autoshift também estarão disponíveis na OLX. A empresa, que cobra de lojistas pela inserção dos anúncios de mais de um carro por mês, não vai cobrar pelos anúncios na nova plataforma.

Em 2017, a OLX como um todo movimentou 57,6 bilhões de reais com a venda de 26,7 milhões de produtos, incluindo veículos e imóveis, alta de 10 por cento sobre 2016. Tachinardi não comentou números específicos da operação de veículos, mas disse que a receita da unidade cresceu 240 por cento em 2017, ano em que a divisão registrou seu primeiro lucro líquido após ter iniciado a cobrança por anúncios de veículos.

“Estamos olhando para frente. O mercado automotivo está muito próximo de ruptura de modelo. O próprio produto tem sido discutido com o advento de carros elétricos e compartilhados, por exemplo. Como consequência, existe esse movimento dos lojistas sobre como vender carro diante de um cliente que visita menos a concessionária”, disse a diretora da OLX.

Fonte
Reuters
Mostre mais

Ronaldo dos Reis

Jornalista MTB 22991, assessor de imprensa na Acisb (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d´Oeste), radialista apresentador do Programa Ronaldo dos Reis & Você, na Rádio Luzes da Ribalta AM 1360, apresentador do Programa de TV Ronaldo dos Reis & Você no Portal www.sb24horas.com.br, Pastor e tecnólogo em Tecnologia e Marketing.

Artigos relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios