DestaqueEsportesNotícias

BRASILEIRÃO: Inter conta com empate do São Paulo e Fla para assumir vice-liderança

Seis jogos deram sequência as disputas da 32ª rodada da competição na tarde deste domingo

Seis jogos deram sequência as disputas na 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, na tarde deste domingo. Destaque para a vitória do Internacional sobre o Atlético-PR pelo placar de 2 a 1 que colocou a equipe gaúcha na vice-liderança da competição, atrás apenas do líder Palmeiras. O Colorado contou com o empate no duelo entre São Paulo e Flamengo para chegar nessa colocação. A rodada vai ser fechada na segunda-feira à noite com o duelo entre Sport e Ceará.

INTER X ATLÉTICO-PR
Internacional e Atlético-PR se enfrentaram no Beira-Rio, com uma curiosidade: o Colorado estava invicto em casa, e o Furacão ainda não tinha vencido longe de seus domínios. Em um jogo equilibrado, os times iam empatando até os minutos finais, mas o Inter marcou de pênalti, garantindo a vitória por 2 a 1 e a manutenção da estatística. Com o resultado, o Internacional , que buscava a vitória para se manter na briga pelo título, subiu para o segundo lugar, com 61 pontos (cinco atrás do líder Palmeiras). Já o Furacão aparece no nono lugar, com 43, e perdeu a oportunidade de entrar no G-6.

O primeiro tempo em Porto Alegre foi de muita marcação entre as equipes. O Inter teve mais posse de bola, mas não conseguiu superar a organização defensiva do Atlético-PR. Os visitantes, por sua vez, arriscaram bastante no contra-ataques e mostraram melhor poder ofensivo. Mas a melhor chance para o Furacão foi em cobrança de falta, aos 34 minutos, quando Bergson mandou uma bomba que passou muito perto da trave de Marcelo Lomba.

Na volta do intervalo, os times equilibraram mais a partida, criando boas chances desde o início. Aos três minutos, Leandro Damião escorou para Nico López, que acabou finalizando fraco e desperdiçando para o Inter. Depois, aos sete, o Furacão teve uma bola na trave após cobrança de falta e desvio em Cuesta. Até que, aos 18, Camanho ficou com a sobra da bola e ficou livre para finalizar e fazer 1 a 0 para o Atlético. Aos 36, Rodrigo Moledo se lançou para o ataque e recebeu cruzamento para empatar a partida. Nos últimos minutos, o Colorado teve um pênalti marcado, e D’Alessandro converteu no canto esquerdo do goleiro Felipe: 2 a 1.

SÃO PAULO X FLAMENGO
Ainda com chances matemáticas de título do Campeonato Brasileiro, São Paulo e Flamengo fizeram um confronto direto no Morumbi. Os times fizeram um jogo equilibrado e empataram em 2 a 2. Com os resultados da rodada, o Flamengo desceu para o terceiro lugar, com 60 pontos – seis atrás do líder Palmeiras. O São Paulo ocupa a quarta posição, com 57.

Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo não se intimidou e foi melhor no primeiro tempo, tendo mais posse de bola e bloqueando bem as investidas do São Paulo. No entanto, o Tricolor foi quem saiu na frente. Aos sete minutos, Carneiro cruzou da direita, a bola bateu em Lizero e sobrou limpa para Diego Souza bater de canhota e fazer 1 a 0. Mas o Fla empatou logo na sequência. Renê cruzou na medida para Uribe cabecear e deixar tudo igual. O Rubro-Negro seguiu na pressão, levando perigo a Sidão. Na melhor chance de virar, Vitinho soltou uma bomba cruzada, Everton Ribeiro mandando para o meio da área, e Renê bateu para defesa de Sidão. E, na sobra, Uribe acabou isolando.

Na volta do intervalo, o São Paulo, mais uma vez, começou melhor. Tanto que, aos cinco minutos, marcou o segundo. Helinho recebeu de Luan, cortou para o meio, limpou a jogada e soltou uma bomba na gaveta: 2 a 1. O Flamengo seguiu em busca do empate e quase conseguiu aos 28, quando Uribe tentou uma bicicleta, mas a bola foi para fora. Depois, Paquetá recebeu na entrada da área e finalizou com perigo, mas Sidão fez a defesa. Com mais tentativas que o Tricolor, o Fla chegou ao empate aos 36 minutos. Vitinho fez ótima jogada pela esquerda, deu uma caneta em Bruno Peres e cruzou rasteiro. Sidão desviou com o pé, e a bola sobrou para Rodinei fechar o placar: 2 a 2.

BOTAFOGO X CORINTHIANS
Sem vencer há cinco rodadas, o Botafogo recebeu o Corinthians no Nilton Santos, e conseguiu conquistar três pontos. No jogo que marcou o retorno do goleiro Gatito Fernandéz, afastado por lesão há mais de seis meses, o Glorioso derrotou o Timão por 1 a 0 e se distanciou ainda mais da tão temida zona de rebaixamento. Com o resultado na 32ª rodada da Série A, o Botafogo subiu para o 14º lugar, com 38 pontos – quatro a mais que o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. O Corinthians, com 39, aparece na 12ª posição.

Jogando em casa, o Botafogo foi melhor no primeiro tempo e mereceu sair na frente no placar. Aos 27 minutos, após cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Rodrigo Lindoso desviou no primeiro pau, Ralf ainda tentou tirar a bola da área do Timão, mas não adiantou: 1 a 0. O Corinthians, jogando mais retrancado, não foi ofensivo e praticamente não acionou Danilo.

No segundo tempo, o Corinthians teve mais posse de bola, mas não conseguiu criar boas chances de marcar. Nos minutos finais, o Botafogo voltou a dominar as ações e levou perigo ao gol de Cássio. Na melhor oportunidade, aos 35, Lindoso acertou a trave. O Timão também acordou no final e obrigou Gatito a fazer boas defesas. Em uma delas, aos 49, o goleiro fez um milagre: Léo Santos recebeu cruzamento na pequena área e desviou com o pé, mas o defensor se esticou para evitar o empate.

AMÉRICA-MG X CRUZEIRO
América-MG e Cruzeiro fizeram o duelo mineiro no Independência. Vindo de duas vitórias seguidas, a Raposa seguiu o embalo e derrotou o Coelho por 2 a 1. Com o resultado, o Cruzeiro subiu para o oitavo lugar da tabela, com 46 pontos. O América, com 34, aparece temporariamente no 17º lugar.

Pressionado nesta reta final de campeonato, o América não conseguiu impor seu ritmo diante do Cruzeiro. O Coelho entrou em campo sem vencer há oito jogos, podendo terminar a rodada na zona de rebaixamento. A Raposa, em bom momento e atual campeã da Copa do Brasil, jogou de forma tranquila e abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo. Arrascaeta recebeu a bola, passou por Matheus Ferraz e chutou no ângulo para fazer um golaço em Belo Horizonte. E, aos 38, Thiago Neves quase fez o segundo, mas finalizou em cima de João Ricardo.

Logo na volta do intervalo, a Raposa ampliou com gol de pênalti, cobrado com categoria por Thiago Neves. O América tentou reagir e quase descontou aos 18, quando Luan finalizou de primeira e viu a bola explodir na defesa. Mas, aos 25, Rafael Moura cobrou pênalti e marcou para o Coelho, que não teve mais chances para reverter o placar.

BAHIA X CHAPECOENSE
Bahia e Chapecoense se enfrentaram na Fonte Nova em busca da vitória para evitar os riscos de rebaixamento. O Esquadrão de Aço venceu por 1 a 0 e se afastou mais da degola. Com o resultado, o Bahia subiu para o 11º lugar, com 40 pontos – seis à frente do primeiro time dentro do Z-4. Já a Chape, com 34, aparece na 18ª posição.

Apesar de mais domínio do Bahia, o primeiro tempo em Salvador foi equilibrado. O Tricolor teve duas boas chances com Edigar Junio, que na primeira viu Jandrei defender e, na outra, finalizou para fora. Depois, Zé Rafael também chegou perto, mas viu o chute sair pelo lado. A Chape também criou boas chances, chegando perto de marcar com Bruno Pacheco e Leandro Pereira, em dois lances. Primeiro, mandou para fora, e no segundo acertou a trave.

No segundo tempo, a Chapecoense teve boa chance em cobrança de escanteio, aos sete minutos, mas Amaral desviou por cima do gol. O jogo ficou morno até que, aos 21, o Bahia balançou as redes. Zé Rafael fez boa jogada individual e tocou na medida para Élber chutar na saída de Jandrei e fazer 1 a 0. Com a vantagem no placar, o Esquadrão de Aço administrou o resultado positivo até o fim e garantiu os três pontos na rodada.

PARANÁ X VITÓRIA
No duelo dos últimos colocados do Campeonato Brasileiro, Paraná e Vitória empataram em 1 a 1 no Durival Britto. O resultado não foi positivo para nenhum dos times, que seguem com o risco de rebaixamento. Com o empate, o Paraná chegou ao 18º jogo sem vencer e segue na lanterna da competição, com 18 pontos. O Leão, com 34, aparece na 17ª posição.

Mesmo com os dois times precisando do triunfo, o primeiro tempo em Curitiba foi de pouca criatividade. Com mais posse de bola, o Vitória não conseguiu criar chances efetivas de gol e pouco ameaçou o gol de Richard. Já o Paraná, que criou menos, levou mais perigo nas poucas oportunidades que construiu. Em uma delas, logo no início, Alex Santana acertou o travessão. Depois, o volante finalizou forte e viu Aderllan se atirar na bola para salvar o Leão.

No segundo tempo, os times buscaram mais o ataque e conseguiram os gols. Aos 13 minutos, Andrey fez boa jogada pelo meio e tocou para Alex Santana colocar o Paraná na frente. E, aos 37, Léo Ceará subiu mais alto que todo mundo após cobrança de escanteio e deixou tudo igual: 1 a 1.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios