DestaqueNotíciasSaúde

S.Bárbara passa a ser centro de referência para soro antiescorpiônico

O soro antiescorpiônico é produzido no Instituto Butantan e não é comercializado

O Município de Santa Bárbara d’Oeste foi homologado nesta sexta-feira (7) como centro de referência para recebimento e armazenamento do soro antiescorpiônico. Desde o dia 23 de novembro, as ampolas estão disponíveis no PS “Dr. Afonso Ramos”, sendo armazenadas em câmaras específicas.

O soro antiescorpiônico é produzido no Instituto Butantan e não é comercializado, sendo distribuído exclusivamente pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado de São Paulo.

Desde 2003 foi necessária a aplicação do soro em apenas 0,6% dos casos de acidentes com picadas de escorpião no Município. Em 99,4% dos casos, as demais ações de bloqueio com medicamentos foram suficientes e alcançaram êxito na recuperação do paciente.

Diante dos fatos recentes, o prefeito Denis Andia solicitou mais uma vez, e veementemente, que o Município recebesse o soro antiescorpiônico. Desta vez o pedido foi atendido.

Vale ressaltar que as ocorrências de acidentes com escorpiões têm sido verificadas em diversos municípios e regiões de todo o Estado de São Paulo.

Ações preventivas e de controle realizadas pela Prefeitura

Esta é apenas uma das ações realizadas pelo Poder Público com relação ao cuidado para evitar acidentes com picadas e a proliferação dos escorpiões.

A Prefeitura realiza constantemente visitas domiciliares para controle e orientação dos casos que envolvem ocorrência de escorpiões. A Secretaria de Saúde já destacou equipes que estão percorrendo todas as residências das áreas com maior risco de acidentes.

Em cada visita é realizado um diagnóstico dos riscos existentes e o morador é informado sobre quais as ações deve tomar para resolver os problemas verificados. Posteriormente, uma nova visita será realizada após 15 dias para verificar se as providências foram tomadas pelo morador. Ao final dessa ação, 15.000 imóveis serão visitados.

Além disso a Prefeitura está intensificando uma ação que já realiza todos os anos, que é o serviço de desinsetização de galerias, com objetivo de reduzir a ocorrência de escorpiões na rede de esgoto e conta ainda com o auxílio do DAE para outras ações.

Ações conjuntas entre Prefeitura e população

Da mesma forma que o Município obteve pleno êxito nas ações de combate à dengue, combinando suas ações com a participação ativa da população, a mesma parceria também é fundamental no enfrentamento desta situação. Entre os cuidados necessários estão:

– Manter a casa e o quintal limpos, não acumular materiais diversos e lixo. Utilizar a coleta regular de lixo e os ecopontos instalados no Município

– Manter os ralos devidamente tampados

– Instalar sifões nas pias

– Não fazer ligações clandestinas que levem a água de chuva ao encanamento de esgoto

– Utilizar válvulas de retorno na rede de esgoto

– Limpar e vedar periodicamente as caixas de gordura dos imóveis

– Não acumular materiais de construção ou qualquer outro entulho que possam servir de abrigo ao escorpião

– Utilizar luvas e calçados adequados para manuseio de materiais, já que a maioria das das picadas ocorrem nas mãos e nos pés

Em casos de acidentes procurar imediatamente pelo pronto-socorro mais próximo de sua residência. Este é o único local preparado para esse tipo de atendimento.

Fonte
A de I/SBO.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios