DestaqueMundoNotícias

Bem-vindo à era dos drones marítimos

Com eles, a navegação nunca mais será a mesma

Depois dos drones aéreos, é vez de os mares serem ocupados por máquinas não tripuladas. Em 2018, alguns marcos fizeram esse mercado deslanchar: após oito anos de desenvolvimento, a americana Leidos entregou seu primeiro navio militar autônomo, o Sea Hunter, à Marinha dos Estados Unidos.

O TRIMARÃ SEA HUNTER, FABRICADO PELA LEIDOS, É O PRIMEIRO DE UMA NOVA CLASSE DE NAVIOS DA MARINHA DOS ESTADOS UNIDOS (FOTO: REUTERS/STEVE DIPAOLA TPX IMAGES OF THE DAY)

A Kongsberg, maior fabricante global de sistemas anticolisão, da Noruega, assinou contrato com a empresa de fertilizantes Yara para equipar o primeiro navio de carga autônomo e elétrico do mundo. As companhias haviam anunciado a intenção em 2017 — agora, as obras estão em andamento. A Yara planeja substituir viagens de caminhão por navegação autônoma e elétrica de cabotagem. Após uma fase de transição, em 2022 não haverá um único ser humano a bordo.

Por fim, a Kongsberg fechou parceria com a transportadora Wilhelmsen. Juntas, criaram uma subsidiária, a Massterly, aberta em agosto, primeira empresa do mundo especializada em navegação autônoma. “A demanda por navios autônomos comerciais aumenta rapidamente”, diz Thomas Wilhelmsen, presidente da Wilhelmsen.

Fonte
Época Negócios.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios