DestaqueEsportesNotícias

Mattos apresenta reforços e aguarda sinalização da China por Goulart

Os cinco reforços já anunciados pelo Palmeiras foram oficialmente apresentados nesta sexta-feira.

Após entregar camisas do clube aos recém-chegados, o diretor de futebol Alexandre Mattos procurou frear o entusiasmo da torcida em torno da possibilidade de contratar Ricardo Goulart e explicou que ainda precisa esperar para, eventualmente, tentar a transferência do atleta do Guangzhou Evergrande.

De microfone em punho, Mattos deu as boas-vindas ao volante Matheus Fernandes (Botafogo), ao meia Zé Rafael (Bahia) e aos atacantes Arthur Cabral (Ceará), Carlos Eduardo (Pyramids) e Felipe Pires (Hoffenheim) – todos têm contrato de cinco anos, com exceção do atleta do clube alemão, emprestado por uma temporada. O quinteto vestiu os novos modelos de camisa do Palmeiras e posou para fotos.

Em seguida, o diretor de futebol iniciou a entrevista e, logo de cara, foi questionado sobre a possibilidade de contratar Ricardo Goulart. Vinculado ao Guangzhou Evergrande até janeiro de 2020, o atleta vem usando as instalações da Academia de Futebol para se recuperar de lesão. Campeão no Cruzeiro com Alexandre Mattos, ele enfileirou títulos sob o comando de Luiz Felipe Scolari no clube chinês.

“Não falo sobre jogador que não está aqui. Especificamente sobre o Ricardo Goulart, até pela euforia criada, o Palmeiras tem um grupo muito bem sacramentado e definido pela comissão técnica. O Ricardo é um jogador excepcional e um grande amigo. Mas ainda está recuperando de lesão e, sinceramente, no momento não tem conversa com o time dele”, iniciou Mattos.

Recentemente, ao falar sobre a possibilidade de contratar Ricardo Goulart, o presidente Maurício Galiotte praticamente descartou a possibilidade de comprar o atleta do Guangzhou Evergrande, mas, por outro lado, cogitou a possibilidade de buscar um empréstimo. Assim, o diretor de futebol Alexandre Mattos promete ficar atento ao desenrolar da evolução do cobiçado jogador do clube chinês.

“Se, em algum momento, após a recuperação dele, houver viabilidade financeira compatível com o que o Palmeiras entende ser possível, vamos estudar o caso. Ainda não está com 100% de condições físicas e não existe um direcionamento da China do que seria (a negociação). Se teria que comprar, emprestar, pagar salário ou não. Precisa entender a situação e ver a viabilidade econômica, caso a comissão técnica queira”, afirmou o diretor de futebol.

Fonte
Gazeta Esportiva.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios