CidadesDestaqueNotícias

S.Bárbara realiza mais de 2,2 mil cirurgias e zera fila histórica de catarata

Um novo olhar na Terceira Idade.

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste alcançou mais um resultado expressivo por meio do Zera Fila da Saúde. Com a intensificação das ações do programa nos anos de 2017 e 2018, a Administração Municipal do prefeito Denis Andia zerou a fila histórica de cirurgia de catarata no Município. No período foram realizadas mais de 2,2 mil cirurgias.

Para obter esse resultado, a Prefeitura contou com a parceria do Hospital Santa Bárbara, que em 2017 realizou mais de 6,3 mil consultas oftalmológicas para avaliação e encaminhamento de pacientes e realizou 1.250 procedimentos. As cirurgias foram realizadas também no Hospital Estadual de Sumaré e na Unidade Intensiva do Zera Fila da Saúde, primeiro ao lado do novo Terminal Urbano e posteriormente em frente ao Pronto Socorro “Dr. Afonso Ramos”.

Segundo a secretária de Saúde, Lucimeire Cristina Coelho Rocha, os atendimentos realizados atualmente são relacionados exclusivamente às novas demandas. “Desde que o Zera Fila foi lançado a meta do prefeito Denis Andia era eliminar filas históricas, beneficiando pacientes que há muito tempo aguardavam por algum procedimento. Felizmente conseguimos acabar com mais essa fila, que traz melhoria na qualidade de vida principalmente para a população da Terceira Idade”, destacou.

Procedimento

O médico oftalmologista Victor Simoncelli, que realiza cirurgias de catarata no Hospital Santa Bárbara, explica que a partir dos 60 a 65 anos, 70% das pessoas tem algum grau de catarata, ou em alguns casos, diversos graus de acometimento. “Muitas vezes o paciente vai se acostumando com uma visão ruim, pois a catarata é progressiva. Então a pessoa começa a ficar com a visão embaçada, deixar de dirigir, fazer suas atividades ou até um acometimento maior que a pessoa não enxerga completamente nada”, disse.

Após a cirurgia, a recuperação é muito rápida, sendo que em dois a três dias o paciente começa a apresentar 99% de melhora e retomar a rotina. “A vida da pessoa muda muito, pois ela volta a fazer várias atividades. Tem muito paciente que comenta que acha que trocou a geladeira, porque antes parecia da cor amarela e agora está branca, por exemplo. É muito legal e gratificante poder ver essa rápida recuperação dos pacientes”, completou o médico.

Pacientes

Uma das pacientes recentemente submetidas ao procedimento, Tereza César Cândido, moradora do bairro Dona Regina, comemora a nova realidade após a cirurgia. “Eu já estava percebendo que meu olho não estava bem. Minha visão estava muito embaçada e via tudo amarelado. Procurei logo o postinho e após consulta com o médico foi feito o encaminhamento. Foi tudo tão rápido, fui muito bem atendida e já encaminhada para a cirurgia, quando nem estava esperando. Felizmente deu tudo certo, antes não conseguia costurar e nem escrever mais. Agora faço tudo o que mais gosto com facilidade”, destacou.

Fonte
A de I/SBO.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios