DestaqueEsportesNotícias

Copa São Paulo: São Paulo e Vasco farão a final

São Paulo goleia Guarani e Vasco vence Corinthians nos pênaltis

São Paulo goleia Guarani e vai à final da Copinha pela 11ª vez

O São Paulo está na grande decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior pela 11ª vez em sua história. Nesta terça-feira, os comandados do técnico Orlando Ribeiro confirmaram seu favoritismo superando o Guarani, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, por 5 a 2. Os gols do Tricolor foram marcados por Antony (2), Fabinho, Paulinho e Vitinho. Lucas Prado e Davó descontaram para o Bugre.

O jogo – O São Paulo precisou de apenas três minutos para abrir o placar. Rodrigo Nestor deu ótimo passe em profundidade para Antony, e o camisa 7 venceu o marcador na velocidade para tocar na saída do goleiro e colocar o Tricolor em vantagem na partida. Já aos sete, o atacante que faz parte do elenco profissional recebeu mais uma enfiada, deixou o zagueiro no chão ao fazer o corte e bateu cruzado, tirando tinta da trave defendida por Guilherme.

O Guarani, por sua vez, só foi responder aos 14 minutos, quando Davó recebeu em velocidade e, dentro da grande área, bateu cruzado, mandando a bola próxima à trave direita do São Paulo. Já aos 26 o Bugre por pouco não chegou ao empate em cabeçada do volante Diego, do São Paulo, que quase marcou contra.

Antes do apito final, o Tricolor ainda teve duas outras oportunidades de ampliar. Primeiro, aos 38, Paulinho cruzou rasteiro pela direita e viu Fabinho parar na defesa de Guilherme, que fechou o ângulo do atacante são-paulino. Depois, aos 44, Danilo fez boa jogada individual e carimbou a trave após a bola chegar a tocar nas mãos do goleiro Guilherme.

Já na etapa complementar o São Paulo tratou de matar o jogo, selando sua classificação para a final o quanto antes. Aos sete minutos, Fabinho tocou para Rodrigo Nestor em profundidade e apareceu na área para finalizar no cantinho, sem chances para o goleiro Guilherme. Depois, aos 13, foi a vez de Danilo carimba a trave pela segunda vez, agora fazendo boa jogada individual e batendo firme, de dentro da área.

Aos 18, o Tricolor teve a chance de fazer o terceiro graças a um pênalti mal marcado pelo árbitro da partida, que optou por sinalizar a infração mesmo com Victor Ramon estando com o braço fechado no momento em que desviou a bola. Fabinho foi para a cobrança e viu Guilherme defender o arremate, sem dar rebote. Pouco depois, porém, Antony tratou de deixar o São Paulo ainda mais próximo da final ao finalizar de fora da área, no cantinho esquerdo do goleiro do Guarani, que não conseguiu espalmar.

Antes do apito final, o Guarani ainda descontou com Lucas Prado, que, no ar, completou de primeira, com o pé direito, o escanteio e surpreendeu o goleiro Thiago Couto. O São Paulo, não satisfeito, fez o quarto com Paulinho para selar sua classificação à grande final da Copinha, mas o Bugre teve forças para ao menos marcar seu segundo gol com Davó, que aproveitou vacilo de Diego e venceu Thiago Couto. Nos instantes finais, o Tricolor ainda chegou ao quinto gol com Vitinho, que desarmou o zagueiro, invadiu a área sozinho e bateu certeiro, fechando os trabalhos em Araraquara.

Vasco vence Corinthians nos pênaltis e impede Majestoso na final

O Vasco eliminou o decacampeão Corinthians e impediu que o Majestoso decidisse a 50ª edição da Copa São Paulo. Na noite desta terça-feira, o time paulista saiu perdendo por 2 a 0, buscou o empate no tempo normal, mas foi derrotado por 4 a 3 nos pênaltis, em duelo disputado na Arena Barueri.

Corinthians x Vasco, Copinha 2019, 22/01/2019, Barueri, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O Vasco busca o segundo título do principal torneio de base do Brasil. A única taça foi conquistada justamente em cima do Tricolor, em 1992. Já o São Paulo, que disputará sua 11ª final de Copinha, tenta o tetracampeonato.

Sem se intimidar com os mais de 11 mil torcedores corintianos, o Vasco começou marcando em cima e não demorou a abrir o placar. Aos sete minutos, o zagueiro Jordan, do Timão, desviou cobrança de escanteio na primeira trave e viu a bola sobrar para Tiago Reis completar na pequena área.

Em lance praticamente idêntico, o Cruz-Maltino ampliou a sua vantagem aos 17 minutos. Após cobrança de escanteio pela esquerda, a bola desviou na defesa alvinegra e se ofereceu para o zagueiro Miranda dominar e empurrar para o gol.

Precisando fazer seu time reagir, o técnico Eduardo Barroca sacou o volante Du para colocar o meia Rafinha. Aos poucos, o Corinthians foi entrando no jogo e criando chances. Uma delas foi desperdiçada de maneira incrível por Nathan na pequena área. O centroavante, porém, se redimiu aos 45 minutos, quando aproveitou rebote do goleiro para estufar as redes.

Mas o Vasco voltou melhor e, após fazer fila na área corintiana, João Pedro foi derrubado. Na cobrança do pênalti, contudo, o meia Lucas Santos isolou por cima. O erro acendeu ainda mais a torcida do Timão, que logo em seguida empatou com Nathan, de peixinho.

Nos minutos derradeiros da etapa complementar, o jogo ficou aberto, com chances para ambos os times. Aos 32 minutos, Caio Lopes quase deu a classificação ao Vasco ao acertar a trave em chute de fora da área. O time carioca foi mais perigoso no final, mas não conseguiu a vitória no tempo normal.

Corinthians x Vasco, Copinha 2019, 22/01/2019, Barueri, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Nos pênaltis, Lucas Santos, Miranda, Bruno Santos e Laranjeira converteram para o Vasco. Já Fabrício Oya, Caetano e Gustavo Mantuan marcaram pelo Corinthians, que perdeu em função das cobranças desperdiçadas por Rafinha e João Celeri. Ulisses foi o único que errou entre os cruz-maltinos, classificados para a grande final.

Fonte
Gazeta Esportiva.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios