CidadesDestaqueNotícias

Parque Ecológico de Americana investe em enriquecimento ambiental

É definido como um tipo de tratamento ao identificar e fornecer estímulos necessários para os bichos

Pensando no bem-estar físico e psicológico dos animais, o Parque Ecológico “Cid Almeida Franco” vem adotando o conceito enriquecimento ambiental, que é definido como um tipo de tratamento ao identificar e fornecer estímulos necessários para os bichos. De acordo com o secretário de Cultura e Turismo, Fernando Giuliani, o animal deve ter oportunidades de se movimentar sob diferentes reações e com objetos colocados em seu ambiente.

“Por meio de simulações que ocorrem na natureza, o animal tem a oportunidade de escolha e controle desse ambiente. Na natureza eles passam a maior parte do tempo à procura dos seus próprios alimentos, evitando os seus predadores, procurando e disputando parceiros para acasalar e interagindo. Já no cativeiro, os animais têm os seus alimentos fornecidos, são protegidos contra interações competitivas e não enfrentam desafios e imprevistos”, disse o secretário, Fernando.

Além das reações dos animais, a ação envolve também a alimentação e nos meses mais quentes do ano, uma das estratégias para amenizar as altas temperaturas, é o fornecimento de alimentos em forma de sorvetes. “Nossa equipe faz as os picolés, que podem ser batidas como vitamina ou em pedaços e congeladas em água ou com água de coco. Também podem ser usadas carnes e sangue congelados para os carnívoros”, informou o diretor do Parque, João Carlos Tancredi.

O enriquecimento ambiental simula situações que ocorrem na natureza, evita estresse e comportamentos anormais desempenhados pelo animal, além de abranger uma variedade de técnicas originais, criativas e engenhosas para obter ambientes mais estimulantes. “Estudos comprovam que o enriquecimento ambiental aumenta a atividade em cativeiro, reduz estresse, reduz agressão do animal e da automutilação, aumenta a atividade de reprodução, reduz o comportamento estereotipado e incentiva o comportamento natural nos animais cativos. Acredito que o enriquecimento vêm contribuindo para o aumento do bem-estar dos animais, que é um dos nossos principais objetivos”, disse Tancredi.

O secretário Fernando, enalteceu ainda a dedicação dos funcionários do Parque. “Este projeto está sendo realizado pelo empenho da bióloga Thais Garcia Freitas, dos estagiários e pela equipe de veterinários, que abraçaram a idéia e estão se empenhando ao máximo para fazer o melhor para os nossos animais”, concluiu.

Fonte
Agência Brasil.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios