CidadesDestaqueNotícias

Praça Central recebe ação de mobilização contra o Aedes aegypti neste sábado

A ação faz parte da adesão do Município à 4º Campanha Regional de Combate ao Aedes aegypti

Sem trégua para o mosquito. A Praça Coronel Luiz Alves (Central) recebe neste sábado (16) um dia de mobilização contra o Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela urbana. No local será montada estrutura para exposição e orientações sobre o tema, das 8 às 12 horas. A ação faz parte da adesão do Município à 4º Campanha Regional de Combate ao Aedes aegypti – iniciativa promovida pela EPTV Campinas, em parceria com as prefeituras da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Como parte das ações da Campanha, desde a última semana a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste tem intensificado as ações de combate ao vetor das doenças junto à população. Entre as medidas, as equipes ampliaram as ações de visitas domiciliares para orientação dos munícipes quanto aos cuidados necessários para impedir a proliferação do mosquito.

No sábado, além das ações na praça os agentes visitarão imóveis na região central, com a distribuição de materiais informativos nos comércios, escolas, igrejas e demais locais de grande porte e circulação de pessoas. Um carro de som também circulará pela região para informar a população sobre as ações.

Ações ininterruptas

Em Santa Bárbara, as atividades de combate ao vetor são ininterruptas, com as ações de visita casa a casa com orientações aos munícipes sobre as medidas necessárias para impedir a proliferação do Aedes aegypti, eliminação de criadouros, retirada e inviabilização de criadouros encontrados durante as visitas, busca ativa de suspeitos, bloqueio/nebulização de áreas com casos suspeitos de arboviroses, entre outras medidas.

Com a chegada do verão e período de chuvas, a Prefeitura reforça alguns cuidados que devem ser mantidos pela população: atenção para as calhas – verificar se estão desobstruídas para evitar acúmulo de água; cuidado ao armazenar água – utilizar telas ou vedar adequadamente tonéis, barris e baldes para impedir a entrada do mosquito; eliminar pratinhos de vasos de plantas; ficar atento aos sintomas da doença e procurar a unidade de saúde caso sinta febre, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, manchas no corpo; caso for viajar para outros municípios, fazer uso de repelente e ficar atento ao retornar – em caso de sintomas, procurar atendimento médico e relatar os dados da viagem para o profissional de saúde.

Por meio das diversas ações e serviços realizados, o Município vem reduzindo ano a ano o número de casos de dengue. Nos dois últimos anos (2017 e 2018), houve uma redução de 95% no número de casos da doença, comparando ao número de casos positivos em 2016.

Fonte
A de I/SBO.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios