DestaqueEsportesNotícias

Corinthians e Grêmio se anulam e placar fica zerado na Arena

O placar da Arena Corinthians não se movimentou na noite deste sábado, no duelo entre o time da casa e o Grêmio.

Apesar de boas chances de Boselli e Vagner Love, além de um toque de bola envolvente da equipe gaúcha, o duelo ficou mais na parte tática. Mesmo com um bom nível técnico, o Timão e o Tricolor não conseguiram superar as respectivas barreiras adversárias, mantendo os paulistas com cinco pontos e os gaúchos com apenas dois, bem longe da luta pelos primeiros lugares do Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Timão vai em busca de mais uma vitória contra o Atlético-PR, às 16h (de Brasília) do domingo, na Arena da Baixada. Do outro lado, o Grêmio terá pela frente o Ceará, pouco depois, às 19h (de Brasília), em Fortaleza. Antes disso, porém, os comandados de Fábio Carille iniciam a disputa das oitavas de final da Copa do Brasil, às 21h30 (de Brasília) da quarta-feira, também em Itaquera.

Muita disputa, poucas chances

O primeiro tempo disputado na Arena mostrou duas equipes com boas condições físicas e bastante preocupadas em manter o desenho tático na hora em que o adversário tinha a bola. Por isso, apesar do bom toque de bola do Grêmio e da disciplina demonstrada pelos donos da casa, as chances foram escassas, normalmente surgindo de desarmes enquanto o outro time buscava o ataque.

A melhor chance dos anfitriões saiu quando Clayson roubou uma bola quase na linha da área do Corinthians e puxou contra-ataque de forma solitária. Ele encarou a marcação de Matheus Henrique, deu dois cortes no gremista e conseguiu cruzamento na medida para Boselli. O argentino, livre de marcação, cabeceou forte, mas em cima de Paulo Victor, que espalmou e manteve o 0 a 0 no placar.

O Grêmio, que parou muitas vezes na entrada da área, tentando vencer a forte marcação, levou perigo em linda cobrança de falta de Luan, na trave esquerda do gol de Cássio. Antes do intervalo os visitantes chegaram a celebrar um pênalti marcado em chute de Everton que parou no braço de Fagner. O árbitro Marcelo de Lima Henrique apontou a penalidade, mas voltou atrás ao ver o lance no monitor do VAR.

Love entra bem, mas placar fica zerado

Carille percebeu a dificuldade de Boselli ganhar no corpo de Kannemann e Geromel ainda no intervalo, promovendo a entrada de Vagner Love para o segundo tempo. O autor do gol do título paulista entrou com bastante intensidade e quase abriu o placar em seu primeiro lance. Ele recebeu de Ramiro na entrada da área, deixou Geromel no chão e chutou de esquerda, no ângulo de Paulo Victor, que fez grande defesa.

O ímpeto inicial do ataque alvinegro, porém, se limitou a outro bom lance do atacante corintiano, girando sobre a marcação de Kannemann e parando em boa defesa de Paulo Victor. O Grêmio, porém, logo conseguiu encaixar a sua marcação e travou as investidas corintianas, passando a buscar a posse de bola para anular o ataque alvinegro. De produção ofensiva, no entanto, os gaúchos pouco fizeram.

Os dois treinadores tentaram aumentar a produção das suas equipes. Renato mandou a campo Felipe Vizeu e Pepê, buscando mais força física, enquanto Carille tentou com Júnior Urso e Régis, estreante da noite. O Timão rondou a área adversária e teve mais possibilidade de buscar a finalização, mas ninguém teve um grande lance até o final da partida, deixando o 0 a 0 como o resultado mais justo.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 0 x 0 GRÊMIO

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 11 de maio de 2019, quarta-feira
Horário: 19h00 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Silbert Faria Sisquim (ambos RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Público: 36.360 pagantes
Renda: R$ 1.581.235,50
Cartões amarelos: Mateus Vital, Ramiro (Corinthians); Juninho Capixaba, Leonardo Gomes, Michel, Kannemann (Grêmio)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Júnior Urso) e Sornoza (Régis); Mateus Vital, Boselli (Vagner Love) e Clayson
Treinador: Fábio Carille

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Capixaba; Michel, Matheus Henrique e Luan (Pepê); Montoya (Thaciano), Everton e André (Felipe Vizeu)
Treinador: Renato Gaúcho

Botafogo derrota o Fluminense no Maracanã pelo Brasileiro

No primeiro clássico entre equipes cariocas realizado na tarde deste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o Botafogo derrotou o Fluminense por 1 a 0, gol marcado por Alex Santana. O resultado fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos nove pontos ganhos e assumir a segunda colocação. O Flu segue com três pontos na 14ª posição. O Tricolor até chegou a marcar o gol do empate, mas com ajuda do VAR, o árbitro anulou o gol anotado por Matheus Ferraz.

Botafogo venceu o Fluminense neste sábado, no Maracanã (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 11 de maio de 2019 (Sábado)
Horário: 16h(de Brasília)
Público: 22.350 pagantes
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Cartão Amarelo: Danielzinho, Allan,Luciano e técnico Fernando Diniz (Flu); Joel Carli, Erik, Gustavo Bochecha, Jonathan, Leo Valencia(Bota)
Gols:
BOTAFOGO: Alex Santana, aos 26 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Nino(Kelvin) e Caio Henrique; Allan, Danielzinho(Léo Artur) e Paulo Henrique Ganso; Luciano, Pedro e Yony González
Técnico: Fernando Diniz

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernando, Joel Carli, Gabriel e Jonathan; Gustavo Bochecha, Cícero e Alex Santana(Rickson); Rodrigo Pimpão(Yuri), Diego Souza e Erik(Leo Valencia)
Técnico: Eduardo Barroca

Fonte
Gazeta Esportiva.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios