DestaqueEsportesNotícias

Corinthians supera reservas do Athletico-PR e volta a vencer no Brasileirão

O Timão precisava da vitória, e ela veio. Por 2 a 0, graças a gols de Vagner Love e Pedrinho.

A Arena da Baixada definitivamente não amedronta o Corinthians. Na tarde desse domingo, a equipe alvinegra conquistou sua nona vitória dentro do estádio do Athletico-PR e igualou o número de triunfos dos mandantes no 30confronto, que também registra seis empates.

CAMPEONATO BRASILEIRO 2019 ATHLETICO-PR X CORINTHIANS FOTOS: RODRIGO GAZZANEL

Dessa vez a partida foi válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro e envolveu um time inteiro de reservas do Furacão, mais preocupado com as finais da Recopa Sul-Americana. Quarta, o duelo de ida contra o River Plate acontece em Curitiba.

A escalação alternativa de Tiago Nunes colocou ainda mais pressão em cima do Corinthians, que vinha de apenas uma vitória no Brasileirão. Aliás, era também o único triunfo alvinegro nos cinco desafios anteriores.

O Timão precisava da vitória, e ela veio. Por 2 a 0, graças a gols de Vagner Love e Pedrinho. Resultado esse que levou o Corinthians a oito pontos, agora na 8ª colocação, e derrubou o Furacão para o 10º lugar, com um ponto a menos.

Apesar dos momentos distintos e das circunstâncias peculiares, o Timão conseguiu abriu o placar logo aos 13 minutos. Vital descolou um escanteio pela esquerda e Jadson, na segunda tentativa, encontrou Vagner Love totalmente livre no segundo pau. Marcio Azevedo e o goleiro Caio vacilaram, e o camisa 9 pôde comemorar seu primeiro gol na competição.

Jadson e Love foram apostas de Carille para os lugares de Sornoza e Boselli. As surpresas continuaram com Urso de volta ao time titular e Ramiro escalado na ponta direita.

Apenas da vantagem conquistada logo cedo, a ideia de jogo do professor corintiano não vingou. Com uma média de idade de 24 anos, a equipe do Athletico chegou ao intervalo com 60% de posse de bola.

Uma cabeçada inacreditavelmente desperdiçada por Lucas Halter e um gol corretamente anulado pelo bandeira, e confirmado pelo VAR, foram só dois lances de tantos sustos que os visitantes levaram.

Na etapa final, a pressão continuou, e a eficiência da defesa tricampeã paulista caiu. Cássio passou a ser exigido. Sorte do Corinthians ter um arqueiro de Seleção Brasileira, que segurou a onda atrás e, de novo, contou com o VAR quando Braian Romero mandou para as redes.

O alívio aos corintianos, que passaram quase o tempo todo no campo de defesa mesmo diante dos reservas do Furacão, só veio aos 41 minutos da etapa final. Pedrinho foi muito inteligente ao perceber o quique da bola e, em dois movimentos, tirou a marcação e tocou de cabeça por cobertura de Caio.

Um futebol nada vistoso, mas que rendeu ao time de Carille três pontos importantíssimos. Agora, o foco é na Copa Sul-Americana. Quinta, o desafio é na Venezuela, contra o Deportivo Lara, pela segunda fase. Sábado, na Arena de Itaquera, tem clássico com o São Paulo.

Já o Athletico, que apesar do bom jogo, pecou pela falta de pontaria de seus atacantes, tem o River Plate na quarta, pela final da Recopa Sul-Americana, e depois encara o Flamengo, domingo que vem, no Rio.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 0 X 2 CORINTHIANS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de Maio de 2019, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Árbitro de Vídeo: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes de Árbitro de Vídeo: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Cartões amarelos: Jadson, Cássio, Urso, Ralf (COR); Lucas Halter.
Público e Renda: 19.409 presentes / R$ 612.385,00

GOLS:
Corinthians: Vagner Love, aos 13 minutos do 1T, e Pedrinho, aos 41 minutos do 2T.

ATHLETICO: Caio; Madson, Robson Bambu (Khellven), Lucas Halter e Márcio Azevedo; Rossetto, Léo Cittadini, Marcelo e Braian Romero; Tomás Andrade (Vitinho) e Thonny Anderson (Bruno Nazário).
Técnico: Tiago Nunes

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Henrique, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Jadson (Pedrinho); Ramiro (Richard), Mateus Vital (Gustagol) e Vagner Love.
Técnico: Fábio Carille

Fonte
Gazeta Esportiva.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios