CidadesDestaqueNotícias

Hortas são utilizadas para o desenvolvimento dos alunos

Estar em contato com a natureza traz diversos benefícios.

Colocar a mão na terra, semear, plantar, colher e se alimentar com consciência dos nutrientes e funções, transforma hábitos e desenvolve um estilo de vida saudável e sustentável. Com este objetivo, mais de 20 escolas municipais de Santa Bárbara d’ Oeste utilizam as hortas e hortos de plantas medicinais como ferramenta de aprendizagem, promovendo a autonomia dos alunos.

É uma ação que contagia famílias e a comunidade escolar, integrando todos em um clima de harmonia, estimulando a cultura de paz. Este é mais um projeto desenvolvido na Rede Municipal de Ensino que segue as diretrizes da Campanha de Promoção da Saúde Emocional “A escola na Vibe da Paz”, lançada pela Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação), com o apoio da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

No CIEP “Angélica Sega Tremocoldi”, do Jardim das Orquídeas, o trabalho teve início em 2014 e atualmente envolve pomares, verduras, plantas medicinais e aromáticas, estudo dos animais e insetos por meio do projeto “Animais de jardim” e inglês. Os 580 alunos aprendem as funções e benefícios do que semeiam e colhem, identificam as plantas com plaquinhas em inglês e coletam e observam o desenvolvimento dos pequenos animais no mini terrário.

Com a prática, mudaram hábitos e valorizaram os alimentos saudáveis, que são utilizados para a merenda da escola e por suas famílias, já que levam o que colhem. As cascas dos alimentos são utilizadas para compostagem, transformando o que seria lixo orgânico em adubo. E ajudam a cuidar dos animais e insetos de jardim por saberem da importância deles na natureza e acompanharem o ciclo de reprodução e desenvolvimento da joaninha, da lagarta e da aranha por exemplo. Dentre os resultados colhidos (obtidos) também está a mudança de comportamento dos alunos, que ficam mais calmos e demonstram com prazer o que estão cultivando, aprendendo que têm que esperar o tempo certo para colher e desfrutar de toda a dedicação investida.

“É um trabalho encantador, dentro de um amplo planejamento da Administração do prefeito Denis Andia para desenvolver o aluno, transformar seu comportamento e ajudar no pertencimento à comunidade. E todos se envolvem no projeto, o monitor cultural Edson Mondoni, professores como a Roseli Dalbelo, o jardineiro “seo” João Miguel Teófilo, o diretor Lourival Francisco dos Santos, familiares, funcionários e alunos. Um depende do trabalho do outro e todos são iguais, realizando tudo por meio do diálogo e respeito, com muito amor. É um projeto que desenvolve o aluno como ser humano, por uma cultura de paz”, disse a secretária de Educação, Tânia Mara da Silva.

Fonte
A de I/SBO.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
LinkedIn
Instagram
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios