CidadesDestaqueEventosNotícias

Concerto do Festival de Campos do Jordão será apresentado em Campinas

A apresentação faz parte do 50º Festival Internacional de Inverno de Campos de Jordão

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas se apresenta no próximo domingo, 7 de julho, às 16h30, no Auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão. A apresentação faz parte do 50º Festival Internacional de Inverno de Campos de Jordão, considerado uma vitrine internacional da cena musical e o mais importante festival de música clássica da América Latina.

Mastro Victor Hugo Toro: campineiros poderão assistir ao concerto na sexta-feira, 5

Antes, o público de Campinas e região terá o privilégio de assistir ao mesmo concerto no Teatro Castro Mendes, na sexta-feira, dia 5 de julho, às 20h, com entrada gratuita mediante a entrega de 1 quilo de alimento não perecível.

O maestro titular, Victor Hugo Toro, recebe o solista sérvio americano Viktor Uzur, considerado um dos nomes mais significativos do violoncelo. Com energia implacável, virtuosismo afiado e um grande senso de diversão, criou um tesouro de bis com peças irresistíveis e tem se apresentado em várias partes do mundo.

O concerto inicia com a obra “L’apprenti sorcier”, do compositor Paul Dukas, que além de compositor, foi crítico de música e um dos grandes orquestradores de seu tempo. Em seguida, “Variations on a Rococo Theme, op.33, TH 57”, de Piotr Ilitch Tchaikovsky, que foi um compositor romântico russo que compôs gêneros como sinfonias, concertos, óperas, ballets para música de câmara e obras para coro para liturgias da Igreja Ortodoxa Russa.

Seguindo com “Pini di Roma, P.141” de Ottorino Respighi, que foi um compositor musicólogo, pianista, violista e violinista italiano, muito conhecido pela autoria da Trilogia Romana e pelas três suítes de Árias e Danças Antigas.

O repertório inclui também Carlos Gomes, com “Danças de “Lo schiavo”; Alberto Ginastera, “Malambo de la suíte “Estancias”; Akira Miyagawa, “Symphonic mambo nº. 5” e Ary Barroso, “Aquarela do Brasil”

Victor Hugo Toro (regente)

Nascido em Santiago do Chile, realizou estudos de regência orquestral e graduou-se pela Faculdade de Artes da Universidade do Chile.
Foi vencedor do II Concurso Internacional de Regência Orquestral -Prêmio OSESP. Tem sido convidado a reger as mais importantes orquestras de seu país, além da OSESP, onde foi regente assistente e apresentou importantes peças do repertório universal.
Junto ao seu trabalho com orquestras jovens de seu país, Victor Hugo Toro é também compositor. Suas obras têm sido interpretadas por diversos grupos sinfônicos e de câmara.
Recentemente, foi laureado pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino com a Ordem do Mérito Cultural “Carlos Gomes” no grau de comendador. Também recebeu da Câmara Municipal de Campinas a medalha “Carlos Gomes”, pelos relevantes serviços prestados à cidade. Atualmente, é diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas.

Viktor Uzur (violoncelista)

Considerado um dos nomes mais significativos deste instrumento, o sérvio radicado nos Estados Unidos tem se apresentado como solista e camerista em países da Europa, Ásia e América. Cursou a faculdade e mestrado em violoncelo com diploma de solista no Conservatório Tchaikovsky (Moscou), sendo discípulo de A. Fedorchenko, D. Miller e N. Shakovskaya.

Obteve doutorado na Michigan State University, onde estudou com Suren Bagratuni. Atuou como o violoncelista spalla e solista na ARCO Moscow Chamber Orchestra, na qual gravou diversos CDs. Entre seus recentes trabalhos estão os álbuns Entertainers, String Theory e Viktor Uzur in Recital and Cello Solo. Uzur é fundador e diretor do Bonneville Chamber Music Festival (Estados Unidos) e professor de violoncelo na Weber State University (Utah – EUA).

Festival

O Festival de Internacional de Inverno de Campos do Jordão comemora sua 50ª edição, crescendo em maturidade e experiência, mas sempre com um espírito de renovação. Afinal, nada melhor do que a música para expressar a vibração dos jovens instrumentistas, vindos de diversas partes do Brasil e do mundo, que se reúnem a cada novo Festival, para participar de uma intensa convivência com os professores e artistas da programação, além de interpretarem obras importantes do repertório de concerto e aperfeiçoarem-se com excelência em seu ofício.

Para celebrar essa história, grandes atrações estão programadas, de 29 de junho a 28 de julho, nas cidades de Campos do Jordão e de São Paulo, reunindo prestigiados solistas e grupos nacionais e internacionais, e especialmente os grupos do Festival, formados pelos bolsistas dessa edição – a Orquestra do Festival, a Camerata do Festival e o Grupo de Música Antiga do Festival.

Como novidade, o 50º Festival de Inverno de Campos do Jordão terá dois eixos: Clássico e Sinfônico Popular. O programa clássico tem a curadoria da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e o programa de concertos na linha popular-sinfônico tem a curadoria da Orquestra Jazz Sinfônica, que assim como a Osesp, é um corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo.

O 50º Festival de Inverno de Campos do Jordão apresentará mais de 100 concertos – a maioria gratuitos–, realizados tanto nos palcos de Campos do Jordão (Auditório Claudio Santoro, Praça do Capivari, Espaço Cultural Dr. Além, Palácio da Boa Vista, Capela do Palácio, Igreja de Santa Terezinha e Hotel Toriba), quanto da capital paulista (Sala São Paulo).

Fonte
A de I/Campinas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios