CidadesDestaqueNotícias

Qualidade da água

DAE intensifica ações de conservação do Meio Ambiente

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste iniciou o levantamento de ictiofauna – conjunto de espécies de peixes – nas Represas Areia Branca e São Luiz. Com base nas espécies de peixes encontradas é possível monitorar a condição ambiental dos reservatórios e as possíveis alterações no ambiente, auxiliando no direcionamento das ações destinadas a melhoria do equilíbrio ecológico local.

Serão feitas quatro ações de capturas para diagnóstico das espécies de peixes, contemplando as diferentes estações do ano. Após esse levantamento, caso constatada a necessidade, serão efetuadas ações de repovoamento atendendo aos conceitos de densidade e diversidade para o local. Paralelamente, o DAE ampliou o leque de análises laboratoriais da qualidade da água, passando a detectar novos parâmetros que permitem aprimorar ainda mais o controle da qualidade.

Anúncios

Vale ressaltar que água de Santa Bárbara d’Oeste foi considerada a melhor da RMC (Região Metropolitana de Campinas), de acordo com pesquisa divulgada pelo Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos). O serviço prestado pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto) foi classificado com “Grau de Excelência” no primeiro trimestre de 2019, superando os 800 pontos.

Cuidando da fauna e da flora

Em parceria com técnicos das secretarias de Saúde e de Meio Ambiente, o Município trabalha no monitoramento da fauna, com levantamento das espécies de aves, répteis e mamíferos. O trabalho é feito por meio de avistamentos, pegadas, rastros e armadilhas automáticas de captura de imagens, que são utilizadas em trilhas de animais previamente identificadas e registram o deslocamento no período noturno.

Com base nos dados obtidos nesses diversos estudos de fauna, o município passará a ter parâmetros para propor, programar e aplicar possíveis medidas mitigadoras adequadas à redução ou eliminação dos impactos sobre o Meio Ambiente. Todo esse trabalho direcionado a fauna, se complementa com o maior projeto de restauração florestal dos mananciais desenvolvido até hoje, em que o DAE e a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste plantarão mais de 250 mil mudas de árvores nativas nas APPs da Bacia do Ribeirão dos Toledos.

Fonte
A de I/SBO.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios