DestaqueMundoNotícias

Retomada da economia no Reino Unido pode ser mais lenta que a esperada

O ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, declarou que uma recessão severa sem precedentes está em curso

Aos poucos o clima na cidade está mudando bastante — é possível ver cada vez mais gente nas ruas. Os parques e áreas públicas estão bastante cheios porque o clima bom coincide com a flexibilização da quarentena na Inglaterra.

O ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, declarou que uma recessão severa sem precedentes está em curso

O comércio permanece fechado em sua grande maioria. Apenas supermercados, vendinhas e farmácias estão abertos. Assim como postos de gasolina e lava-rápidos, que estavam fechados, mas muitos voltaram a funcionar nos últimos dias.

Anúncios

Contribui também para a mudança no comportamento dos britânicos o fato de que as estatísticas diárias realmente caíram nos últimos dias. Mas os números de vítimas da covid-19 continuam bastante altos por aqui.

Foram mais de 500 mortes confirmadas só nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas por covid-19 no país para 35.341 pessoas. É a segunda maior marca do mundo atrás apenas dos Estados Unidos. O país é o quarto em número de pessoas contaminadas, atrás do Brasil, da Rússia e também dos EUA.

Diante deste quadro, mesmo com bom tempo e ordens do governo, existe um debate intenso sobre o quanto de normalidade é possível alcançar neste momento.

Boris Johnson quer que as escolas voltem a ter aulas parcialmente a partir do dia 1º de junho, mas diversas autoridades regionais dizem não se sentir seguras para isso. Mais de 1.500 escolas já anunciaram que não vão seguir as ordens do governo e permanecerão fechadas.

A perspectiva de reabertura do comércio ainda permanece como distante e o mesmo vale para a reativação do turismo, tanto que o governo já fala em decretar um feriado a mais neste ano, possivelmente em outubro, para tentar recuperar os feriados perdidos para o setor agora no mês de maio.

Até mesmo o gabinete de Boris Johnson já começa a mudar o tom sobre a possível recuperação econômica.

Falava-se em curva em V, com o PIB despencando em 2020 para ter um rápido retorno em 2021. Entretanto, o ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, declarou que uma recessão severa sem precedentes está em curso.

Para Sunak, nada garante uma recuperação rápida e que os dados deste momento já mostram que ainda haverá muita dificuldade pela frente. O governo do Reino Unido afirma que o seu programa de proteção de renda e emprego salvou 8 milhões de postos de trabalho até agora.

Fonte
Jovem Pan

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios