Abel Ferreira estreia com vitória sobre o Bragantino, e Palmeiras avança às quartas da Copa do Brasil

Sem muito esforço, Verdão bate equipe de Bragança Paulista e garante vaga na próxima fase da competição

Abel Ferreira estreia com vitória no Palmeiras. Diante do Red Bull Bragantino, no Allianz Parque, em partida válida pela Copa do Brasil, o Verdão soube usar a vantagem de 3 a 1, construída no primeiro confronto, e foi à rede com Gabriel Veron para garantir o triunfo por 1 a 0.

Com o resultado, o Verdão não só garantiu mais de R$ 3 milhões, como também uma vaga nas quartas de final da competição. O adversário da próxima fase será definido após o sorteio, programado para esta sexta-feira.

Em busca da sua primeira vitória no Brasileirão, Abel Ferreira volta a comandar o Palmeiras já neste domingo, às 16 horas (de Brasília), em São Januário.

O JOGO

Precisando do resultado, o Bragantino começou a partida com linhas altas e logo criou a primeira oportunidade, com Lucas Evangelista. O meia recebeu de Claudinho, bateu rasteiro, mas parou em boa defesa de Weverton.

Explorando bastante as laterais, o Braga, aos poucos, se instalava do campo de defesa do Verdão, que errava muitos passes e oferecia aos visitantes a vasta maioria da posse de bola.

Pouco antes dos primeiros 15 minutos da primeira etapa, Wesley caiu sentindo muitas dores e, apesar de ter sido liberado pelo médico do Palmeiras para voltar ao gramado, pediu para ser substituído. Abel Ferreira escolheu Gabriel Veron para ocupar a vaga do atacante.

Se aproveitando do cansaço do adversário, que tentou a todo custo abrir o placar nos momentos iniciais, o Palmeiras passou a perturbar a meta de Cleiton. A primeira chegada foi de Felipe Melo. O capitão aproveitou o vacilo da defesa, bateu firme e viu a bola passar perto do gol.

A superioridade ainda pertencia ao Braga, mas Gabriel Veron roubou a bola ainda no campo de defesa e puxou um contra-ataque letal. De Menino para Matías Viña, que enxergou a Cria da Academia sozinha dentro da grande área. Veron dominou e esbanjou categoria para inaugurar o marcador.

Com a classificação encaminhada, o Verdão voltou a se defender com muita solidez e impediu qualquer tentativa de perigo dos visitantes. A falta de criatividade do Bragantino, inclusive, passou muito pela atuação aquém de Claudinho e Lucas Evangelista.

Ambas as equipes voltaram para a segunda etapa sem nenhuma alteração. Foram pouco mais de 10 minutos sem qualquer ação ofensiva de perigo do Bragantino para Maurício Barbieri, que precisava de três gols para levar a partida para a decisão nos pênaltis, promover a entrada de Thonny Anderson e Luan Cândido.

A ideia do treinador era potencializar o setor de criação do Bragantino, no entanto, a estratégia foi por água abaixo. Em um espaço de sete minutos, o próprio Luan Cândido recebeu dois cartões amarelos e foi para o chuveiro mais cedo.

Mesmo em vantagem numérica, o Palmeiras não fez muito esforço para tornar o placar mais elástico. Em uma das raras tentativas dos anfitriões, Viña recebeu dentro da grande área, emendou um chute firme, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Nos instantes finais do jogo, a intensidade diminuiu ainda mais. O Verdão até habitava o campo de ataque, porém, com a vaga garantida, não tentou uma vez sequer em direção à meta de Cleiton.

Ficha Técnica: Palmeiras 1×0 Red Bull Bragantino
Gabriel Veron marca na estreia de Abel Ferreira como técnico do Palmeiras

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo-SP
Assistentes: Alex Ang Ribeiro-SP e Anderson José de Moraes Coelho-SP
VAR: Marcio Henrique de Gois-SP
Cartões amarelos: Luan Cândido
Cartões vermelhos: Luan Cândido
Gols: Gabriel Veron (28’1ºT) (1-0)

PALMEIRAS: Weverton, Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña (Gustavo Scarpa, aos 37’2ºT); Felipe Melo (Danilo, aos 37’2ºT), Zé Rafael e Raphael Veiga (Ramires, aos 21’2ºT); Rony, Wesley (Gabriel Veron, aos 18’1ºT) e Luiz Adriano (Willian, aos 21’2ºT). Técnico: Abel Ferreira

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton, Aderlan, Ortiz, Ligger e Edimar (Luan Cândido, aos 13’2ºT); Ryller, Evangelista e Claudinho; Artur (Thonny Anderson, aos 13’2ºT), Morato (Cuello, aos 27’2’ºT)e Hurtado (Ligger, aos 22’2ºT). Técnico: Mauricio Barbieri


Quer ter sua imunidade alta em todos os momentos? Então, não pode faltar um Transfer Factor Plus no seu dia!

A Informação é Tudo

Aumente o QI do seu sistema imunológico com Transfer Factor Zinco! Ele pode ser seu AGORA. Entre em nosso site e garanta JÁ! Compre aqui: https://brazil.4life.com/10895434
#programaempresarioemfoco 📽️😏 🎙️ 🕵️🏆

Suplemento com registro na ANVISA 672210001. Compre aqui: https://brazil.4life.com/10895434

%d blogueiros gostam disto: