Tradição SP Online: Mostra Cultural Sankofa acontece em janeiro pelo Facebook

Diariamente às 19h30, o evento será on-line com transmissão ao vivo no Facebook @culturasbo (www.fb.com/culturasbo) e tem classificação livre.

Cultura Afro é tema do primeiro evento on-line de 2021. Entre 11 e 15 de janeiro de 2021, Santa Bárbara d’Oeste receberá a Mostra Cultural Sankofa – financiada pelo programa estadual Tradição SP Online.

Haverá apresentações de Capoeira, Dança Afro, Maracatu, Grupo Teatro da Quebrada e Sarau com o Grupo Versos da Resistência. A Mostra ocorre de modo oficial há dois anos na cidade, com edições em 2018 e 2019, e manifestações da Cultura Afro-brasileira.

O Tradição SP é uma iniciativa do Programa Juntos pela Cultura da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, em parceria com a Organização Social Amigos da Arte e Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste.

Confira detalhes da programação:

Dia 11 de janeiro, às 19h30 | Abertura e Apresentação de Capoeira com mestre Motta

Dia 12 de janeiro, às 19h30 | Dança Afro e Expressões com Isabely Motta

Sinopse: Através dos corpos dançantes que compõem o coletivo “O Corpo que Fala”, movimentações utilizando como embasamento danças populares e elementos da religião de matriz africana. Unindo toques, cânticos e danças, buscamos afirmar e manter a tradição oral e ancestral que foi ofertado pelos antepassados, “isso é Sankofa”.

Dia 13 de janeiro, às 19h30

Apresentação de Maracatu com Rumenig Dantas

Maracatu de Baque Virado Nação Porto Rico

Sinopse: Unindo cânticos – chamados de “loa” no maracatu – e instrumentos, traremos um pouco de Recife através do Baque Virado. Contará a origem e história do Baque Mirim do Romano, buscando trazer visibilidade a cultura de matriz africana e as periferias existentes.

Dia 14 de janeiro, às 19h30 | Grupo Teatro da Quebrada dirigido por Jotapê Antunes.

Sinopse: O Teatro da Quebrada nasceu da necessidade do grupo de fazer teatro juntos. “Qual teatro? Qual possibilidade? Cheio de perguntas, desejos e indagações, se encontraram no final de 2018 para discutir “black face”. Assim, começaram a buscar a necessidade de fazer teatro político na cidade, questionando, dando visibilidade e representatividade ao povo negro, que muitas vezes retratado como serviçal ou vilão na história do teatro brasileiro.

Dia 15 de janeiro, às 19h30 | Sarau com o Grupo Versos da Resistência e encerramento do evento com a poetisa Júlia Motta.

Sinopse: O Sarau Versos de Resistência reúne poetas e artistas convidados para apresentar seus textos em performances poéticas, contemplando cada um que busca esperança e resistência por meio da poesia marginal. As apresentações contarão com declamações e música, trazendo fortemente a poesia preta e periférica e suas influências como a cultura do Rap, mantendo viva a cultura e levando novos conteúdos.

Fonte: A de I/SBO.

%d blogueiros gostam disto: