Governo antecipa reclassificação do Plano SP para esta sexta-feira; regiões devem regredir

A última atualização ocorreu no dia 8 de janeiro, e a próxima estava programada só para 5 de fevereiro; nas últimas 24 horas foram contabilizados mais de 15 mil novos casos e 323 mortes pela Covid-19 no Estado

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 13, que vai antecipar a próxima reclassificação do Plano São Paulo para esta sexta-feira, 15, quando deve haver um endurecimento das medidas restritivas devido à pandemia da Covid-19. A última atualização ocorreu no dia 8 de janeiro, e a próxima estava programada só para 5 de fevereiro. Em coletiva de imprensa hoje, o governo afirmou que já estava acompanhando a situação, e que segue a tendência de alta nos casos, mortes e internações, observada desde novembro. Segundo o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, nas últimas 24 horas foram contabilizados mais de 15 mil novos casos e 323 óbitos pelo coronavírus. A média móvel de ocorrências nos últimos cinco dias está acima de 10 mil, e de mortes, de 200. Já a média de internações está superior a 1600 por dia.

De acordo com Gorinchteyn, os números são semelhantes aos registrados em agosto, quando o Estado enfrentava o primeiro pico na pandemia. Atualmente, a ocupação de leitos no Estado é de 66,3% e na Região Metropolitana, 67,7%. Ainda faltam três dias para finalizar a semana epidemiológica, que termina neste sábado, 16. Hoje, 90% do Estado continua na Fase 3 – Amarela do Plano e 10% na Fase 2 – Laranja. Na última atualização, regrediram as regiões de Marília, Presidente Prudente, Registro e Sorocaba.

Volta às aulas

A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo definiu que a rede estadual vai começar o ano letivo recebendo os alunos para até duas aulas presenciais por semana. Cada unidade de ensino poderá receber até 35% dos alunos por dia. As aulas das escolas estudais retornarão em 1º de fevereiro, independentemente da fase que o estado e as regiões se encontram no Plano São Paulo. Isso porque, em dezembro de 2020, o governador João Doria (PSDB) incluiu as escolas na lista de atividades essenciais do estado. Ele liberou a retomada das aulas em todas as fases do plano estratégico de combate à Covid-19. Até dezembro, as unidades só estavam autorizadas a abrir a partir da Fase 3 Amarela.

O Instituto Butantan divulgou nesta terça-feira, 12, os dados completos sobre a eficácia da CoronaVac contra a Covid-19. Segundo revelado hoje e na última quinta-feira, 7, pelo governador João Doria, a vacina atingiu eficácia global de 50,38% para casos muito leves, 78% para leves e 100% para moderados ou graves. De acordo com o Butantan, os casos muito leves são aqueles que não precisam de ajuda, enquanto os leves necessitam assistência médica. Já moderados e graves precisam de hospitalização ou internação em UTI. A expectativa do governo é que a vacinação comece ainda neste mês.

Fonte: Jovem Pan.

%d blogueiros gostam disto: