Prefeitura reforça importância do trabalho dos agentes de combate à dengue

O serviço de controle do vetor é considerado essencial.

O combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e de outras arboviroses, segue de forma ininterrupta em Santa Bárbara d’Oeste. Em 2020 as ações da Prefeitura seguiram mesmo no período de quarentena para o enfrentamento do Coronavírus (Covid-19), resultando na queda de 75% dos casos em comparação ao ano anterior.

O serviço de controle do vetor é considerado essencial. Durante o ano todo, os agentes de controle de endemias realizaram quase 250 mil visitas casa a casa para orientações e controle do vetor.

A Prefeitura reforça a importância do cidadão receber a visita dos agentes. As visitas casa a casa ocorrem de duas maneiras: as de rotina, cujo objetivo é orientar o munícipe quanto aos cuidados necessários para impedir a proliferação do mosquito; e as de combate ao vetor em áreas de transmissão viral, quando é utilizado o tratamento químico para eliminar as formas adultas (nebulização) e imaturas (controle de criadouros) do Aedes aegypti.

Os imóveis fechados, desocupados e as recusas prejudicam a eficácia do trabalho justamente pela possibilidade de existirem focos de mosquitos nesses locais. Imóveis que não recebem a nebulização podem manter mosquitos infectados, contaminando os residentes e, em alguns casos, os vizinhos.

O cidadão tem à disposição o telefone 3464.8099 para tirar dúvidas sobre onde as equipes estão trabalhando. Todos os agentes que atuam conforme o cronograma da Prefeitura devem estar com crachá de identificação. Caso ainda haja dúvida ou desconfiança, a orientação aos munícipes é que entrem em contato com as forças de segurança (Guarda Municipal ou Polícia Militar).

É importante ressaltar que os agentes têm adotado todos os cuidados necessários no que se refere às medidas de prevenção relacionadas ao Coronavírus (Covid-19), inclusive não entrando em imóveis que tenham pessoas acima de 60 anos – neste caso orientam pelo portão. O cidadão, quando sintomático, pode avisar a equipe de trabalho, que não realiza a visita.

Além das visitas casa a casa e nebulização em áreas com casos suspeitos e confirmados de dengue, a Prefeitura realiza rotineiramente ações para o monitoramento da infestação de mosquitos e visitas a Pontos Estratégicos, como borracharias, ferros-velhos, comércio de sucatas e recicláveis, entre outros. Há ainda as visitas para avaliação de densidade larvária (para cálculo dos índices de infestação de mosquitos) e visitas aos Imóveis Especiais (imóveis com grande circulação de pessoas, como escolas, supermercados, shoppings centers, unidades de saúde, entre outros).

A Administração reforça que todas as ações que o Município promove são gratuitas e que não realiza nenhum serviço, como nebulização, limpeza de calhas ou de caixas d’água, mediante cobrança de taxas.

Fonte: A de I/Acisb.

%d blogueiros gostam disto: