Pazuello reforça compromisso no combate à pandemia à frente do Ministério da Saúde: “Não vamos parar nem um minuto”

Em coletiva de imprensa, ministro da Saúde atualizou o cronograma de entrega de vacinas e as ações da pasta no enfrentamento à Covid-19

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reforçou seu compromisso frente à pasta em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (15/03). Pazuello afirmou que está focado no enfrentamento à pandemia da Covid-19 e no auxílio aos estados e municípios para combate à doença. 

“Nós estamos trabalhando com foco na missão. Não vamos parar nem um minuto. Não paramos ontem, nem anteontem, nem hoje e nem amanhã. Nem pararemos. Todos os meus secretários, assessores e interlocutores estão focados na missão e vamos continuar”, afirmou. 

O ministro disse, ainda, que tem “todos os objetivos e interesses em apoiar estados e municípios” no enfrentamento da pandemia e se colocou “totalmente à disposição” dos governadores e prefeitos para tratar individualmente cada necessidade. 

“Eu tenho muito orgulho de estar na função nesse período todo”, reafirmou Pazuello. 

Na coletiva, o ministro também anunciou o fechamento dos acordos com as farmacêuticas Pfizer e Janssen, garantindo mais 138 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. 

“Nós já concluímos a contratação da Pfizer e da Janssen. Todas essas contratações foram finalizadas a partir da lei sancionada pelo presidente Bolsonaro na semana passada. A partir dela, eu estou anunciando essas contratações completas”, disse, reforçando que a legislação facilitou a aquisição de doses e insumos no país. 

O Brasil já tem garantidos mais de 562 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até o fim de 2021. Além de Pfizer e Janssen, a pasta também já fechou acordos com AstraZeneca/Oxford (Fiocruz) e Instituto Butantan – os dois responsáveis pela produção nacional de vacinas até o momento -, consórcio Covax Facility, Precisa/Bharat Biotech (vacina Covaxin) e União Química/Gamaleya (vacina Sputnik V). 

Até o momento, já foram distribuídos mais de 20,1 milhões de doses de vacinas aos estados e Distrito Federal. Um novo lote será enviado a todas as Unidades da Federação (UFs) de forma proporcional e igualitária ainda nesta semana. 

Fonte: Ministério da Saúde.

%d blogueiros gostam disto: