Chico recebe Câmara, que anuncia repasse para compra de 12 respiradores

A medida permitirá que se chegue ao número de 30 respiradores na UTI do HM

A Câmara de Americana anunciou, nesta sexta-feira (19), o repasse de R$ 700 mil aos cofres da Prefeitura, para a compra de 12 kits completos de respiradores pulmonares, com monitores e bombas de infusão, para uso nas ações de combate à Covid-19. O comunicado foi feito ao prefeito Chico Sardelli pelo presidente da Câmara, vereador Thiago Martins, com a presença dos vereadores. A medida permitirá que se chegue ao número de 30 respiradores na UTI do HM, o único hospital público do município.

O recurso, que seria devolvido por meio de duodécimo no final do ano, será repassado à Administração Municipal na segunda-feira (22), segundo Martins. Os orçamentos para a compra dos 12 kits foram feitos pela Secretaria de Saúde, a pedido do parlamentar. Os equipamentos vão integrar a estrutura de atendimento contra a Covid-19 instalada no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, dispensando o aluguel de novos equipamentos.

Chico destacou a importância da ação promovida pelo Legislativo e agradeceu os vereadores que aderiram à proposta. “A gente sabe o quanto é importante marcar posição e hoje a Câmara marca uma posição em favor da vida. Muitas pessoas serão salvas com o gesto de vocês. Estou muito feliz, esse é um ato muito importante. Que Deus abençoe ricamente e grandemente a vida de cada um de vocês”, disse.

O prefeito se comprometeu a divulgar a atitude positiva a outros municípios. “Na RMC (Região Metropolitana de Campinas) não teve uma cidade com uma atitude como esta. Vou ligar para cada um dos prefeitos e dizer que aqui os vereadores são partícipes da vida”, declarou.

De acordo com o presidente Thiago Martins, havia previsão de aplicação do recurso destacado para os cofres da prefeitura. “A prioridade maior é a saúde e vamos pegar esse dinheiro que temos hoje, guardado desde o primeiro mês, e disponibilizar para a Prefeitura. Nós tínhamos o encaminhamento para usar estes valores, mas isso dá para esperar, já que a vida e a saúde não esperam”, explicou.

Para o vice-prefeito Odir Demarchi, a decisão do Legislativo vem em um momento crucial para a cidade. “Quero agradecer a essa atitude que a Câmara teve nesse momento difícil. A gente sabe o quanto o prefeito e o secretário de Saúde, assim como toda a prefeitura, estão correndo atrás para manter tudo em funcionamento na Saúde. Fazendo estes gesto, vocês só nos trazem muita gratidão”, disse.

De acordo com o secretário de Saúde, Dr. Danilo Carvalho Oliveira, os 12 novos kits de respirador serão utilizados para atingir a marca de 30 leitos de UTI estabelecida pelo prefeito Chico Sardelli. “Com esses respiradores conseguimos chegar aos 30 leitos de UTI determinados sem precisar do aluguel de equipamentos, e ainda ficamos com reserva técnica de dois para o caso de manutenção. Ter essa notícia até me emociona! Saber que vamos adquirir respiradores com a parceria de vocês não tem preço”, garantiu.

O líder de governo na Câmara, vereador Thiago Brochi, elogiou a proposta. “O cuidado com a saúde deve ser sempre prioridade”, destacou.

Além deles, participaram do anúncio os vereadores Fernando da Farmácia, Gualter Amado, Leonora Périco, Nathalia Camargo, Pastor Miguel, Leo da Padaria, Silvio Dourado, Leco, Lucas Leoncine e Juninho Dias, o secretário de Governo, Jesuel de Freitas, o superintendente da Fusame (Fundação de Saúde de Americana), José Carlos Marzochi e o chefe de gabinete Franco Ravera Sardelli.

Reunião da RMC
Os prefeitos da RMC (Região Metropolitana de Campinas) reunidos na manhã de hoje (19) decidiram pela adoção de toque de recolher nas 20 cidades integrantes da Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas), no período das 20h às 5h.

O prefeito Chico Sardelli determinou que, neste horário, sejam reforçadas as ações de orientação promovidas pela Gama, evitando aglomerações e a disseminação do vírus da Covid-19.

As medidas seguem o Plano São Paulo, que autoriza o funcionamento de serviços essenciais até 20h, com serviços de entrega (delivery) a partir deste horário. Todas as determinações podem ser consultadas no site: https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/

Saiba o que funciona pelo Plano São Paulo:

· Escritórios em geral e Atividades Administrativas: obrigatoriedade de teletrabalho.

· Repartições de Administração Pública: obrigatoriedade de teletrabalho.

· Telecomunicações: obrigatoriedade de teletrabalho.

· Serviços de Tecnologia da Informação: obrigatoriedade de teletrabalho.

· Estabelecimentos Comerciais (Comércio em geral):
Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away)
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

· Comércio de Material de Construção:
Proibido atendimento presencial.
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

· Comércio de Produtos Eletrônicos
Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away).
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

· Supermercados
Recomendação de escalonamento de horário para os funcionários para evitar aglomeração no transporte público.

· Restaurantes, Bares e Padarias
Proibido atendimento presencial e retirada de produtos no local (take-away).
Permitida a comercialização através da janela do carro (drive-thru) de 5h às 20h e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

· Padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercado, proibido o consumo no local.

· Hotelaria
Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis. Alimentação permitida somente nos quartos.

· Transporte Coletivo
Haverá recomendação de escalonamento de horário para os trabalhadores dos setores da indústria, serviço e comércio.

· Esportes
Eventos coletivos profissionais e amadoras suspensos.

· Atividades Religiosas
Proibição de realização de atividades coletivas (como missas e cultos), mas permissão de abertura dos templos, igrejas e similares para manifestação de fé individual.

Fonte: A de I/Americana.

%d blogueiros gostam disto: