Vacina da Pfizer é 100% eficaz em adolescentes de 12 a 15 anos, mostra estudo

Entre 2.260 voluntários, 18 casos foram registrados no grupo placebo; nenhum foi identificado em quem recebeu o imunizante

A Pfizer, que desenvolveu uma vacina contra a Covid-19 com a BioNTech, acredita que a imunização de crianças e adolescentes entre 12 e 15 anos pode começar antes do início do ano letivo — por lá, isso acontece entre agosto e setembro. Isso porque um estudo feito nos EUA com 2.260 pessoas da faixa etária mostrou que as doses são 100% eficaz no grupo. Entre os que receberam placebo, 18 foram infectados pelo coronavírus. Nos que receberam a vacina, nenhum caso foi registrado.

Nesta faixa etária, os resultados mostraram uma forte resposta imune após um mês da segunda dose. No mundo, o imunizante já é administrado em pessoas a partir de 16 anos. Com esses dados, as farmacêuticas vão tentar uma autorização emergencial do Food and Drug Administration (FDA) e da European Medicines Agency (EMA), órgãos equivalente à Anvisa, nas próximas semanas. Nos menores de 12 anos, as empresas também já começaram a realizar testes divididos em três grupos: 5 a 11 anos, 2 a 5 anos e 6 meses a 2 anos.

Fonte: Jovem Pan.

%d blogueiros gostam disto: