Operação conjunta resulta na apreensão de 329 kg de cocaína em navio

Droga estava oculta no interior da embarcação e no compartimento embaixo d’água

Uma operação conjunta entre Receita Federal, Marinha do Brasil, Polícia Federal e Guarda Portuária resultou na localização de várias bolsas de cocaína em um navio panamenho atracado no Porto de Santos na sexta-feira (20).

Inicialmente, foram realizadas buscas na praça de máquinas e outros locais internos da estrutura do navio. Após minucioso trabalho das equipes, foram localizadas seis sacolas de cocaína, com peso total 174,47 kg.

Entretanto, devido a ocorrências anteriores de ocultação de bolsas contendo cocaína no compartimento denominado “sea chest”, que fica abaixo da linha d’água e é utilizado para coleta de água do mar para suprir os sistemas de refrigeração do navio, foi solicitada a atuação de mergulhadores da Marinha do Brasil.

Após novas buscas, foram localizadas mais cinco sacolas de cocaína preparadas e ocultadas naquele compartimento, com peso total de 154,48 kg.

No total, foram apreendidas, durante a operação, onze sacolas contendo 328,95 kg de cocaína.

As diferentes formas de ocultação da droga levam as autoridades a suspeitarem que possa ter ocorrido a atuação de quadrilhas diferentes, que escolheram o mesmo navio para a tentativa do envio da droga para o exterior. O navio estava carregado com açúcar e tinha como destino Lagos, na Nigéria.

A droga ficou sob a responsabilidade da Polícia Federal, que prosseguirá com as investigações.

Fonte: Governo do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: