8 de julho de 2024 17:45
Polícia Federal descobre sala-cofre com bens do ex-presidente Lula em agência do Banco do Brasil

Polícia Federal descobre sala-cofre com bens do ex-presidente Lula em agência do Banco do Brasil

A Polícia Federal (PF) descobriu uma sala-cofre em uma agência do Banco do Brasil, em São Paulo, que continha bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O acervo, que estava mantido em 23 caixas lacradas desde janeiro de 2011, inclui 133 itens, tais como joias e obras de arte que Lula recebeu de outros governantes durante seu mandato. A descoberta foi relatada ao ex-juiz federal Sergio Moro através de um relatório que apresentou fotos do local e de algumas das peças encontradas.

A PF descobriu acidentalmente a sala-cofre localizada na agência do Banco do Brasil na Rua Líbero Badaró. Durante as buscas na casa de Lula em São Bernardo do Campo, em 4 de março, dia em que foi levado pela PF para prestar depoimento na operação Lava Jato, foi encontrado um documento que fazia referência ao cofre. A PF, seguindo essa informação, solicitou autorização a Moro para ampliar a busca ao Banco do Brasil, o que foi aprovado pelo juiz.

Dentre as descobertas, o destaque foi um crucifixo barroco esculpido por Antônio Francisco Lisboa, conhecido como Aleijadinho, que havia sumido do Palácio do Planalto após a partida de Lula.

“Foram encontradas nas caixas de papelão, de modo geral, peças decorativas, espadas, adagas, moedas, canetas e condecorações”, diz o relatório da PF, assinado pelo delegado Ivan Ziolkowski, que incluiu fotos das peças do acervo no documento. O relatório também informa que “as caixas foram depositadas no dia 21 de janeiro de 2011 e foi informado que pertenciam à Presidência da República. Durante todo esse período, o material não foi movimentado ou alterado. Relatou ainda que não há custo de armazenagem para o responsável pelo material.”

Fonte: Contra Fatos

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading