20 de abril de 2024 11:48

O tempo volta a ficam instável em toda a Região Sul neste semana! Há risco de tempestades severas e chuvas intensas. Confira os alertas.

A atuação de uma massa de ar frio proporcionou dias de tempo mais firme em boa parte da Região Sul. Nesta semana, as chuvas intensas e as tempestades severas retornam para os estados do Sul do Brasil.

A atuação de uma massa de ar frio proporcionou dias de tempo mais firme em boa parte da Região Sul. Nesta semana, as chuvas intensas e as tempestades severas retornam para os estados do Sul do Brasil.

Na última semana, o tempo instável provocou inúmeros transtornos na Região Sul, com a ocorrência de chuvas volumosas e de tempestades severas, que resultaram em alagamentos, inundações e destruição por intensas rajadas de vento.

Um pequeno período de trégua se estabeleceu em virtude do avanço de uma massa de ar frio, que além do alívio do calorão, proporcionou a redução das chuvas e garantiu uma condição de tempo firme para boa parte da Região Sul.

Essa condição irá mudar a partir de meados da semana, com o retorno das chuvas intensas e das tempestades severas nos três estados do Sul do Brasil. Confira a seguir os detalhes da previsão do tempo.

Alerta de chuvas intensas e do risco de tempestades severas a partir do meio da semana

semana começa sob influência de uma massa de ar frio, que garante mais um dia de tempo firme em toda a Região Sul, com tempo mais nublado no leste de Santa Catarina, no norte e leste do Paraná.

Na terça-feira (21), com o afastamento da massa de ar frio para o oceano, uma região de cavado consegue se formar entre a Argentina, o Uruguai e o Rio Grande do Sul. Instabilidades se desenvolvem no Rio Grande do Sul a partir do início da tarde, com potencial de pancadas de até forte intensidade e tempestades pontuais no Oeste e na Campanha.

Os próximos eventos de chuvas na Região Sul podem não acumulam tanto volume quanto os último eventos, mas trazem potencial para transtorno devido a sua intensidade.

No decorrer da tarde, a nebulosidade aumenta em todo o estado e há previsão de pancadas isoladas em todas as regiões do Rio Grande do Sul, mas sem risco de tempestades. A partir do início da noite, as chuvas se concentram no sul e oeste do estado, ocorrendo ainda de forma isolada.

Chuvas intensas e tempestades já podem ocorrer na madrugada de quarta-feira, segundo o modelo ECMWF.

Já na madrugada da quarta-feira (22), a região de cavado ganha reforço e as instabilidades se desenvolvem muito na metade sul e nas Missões do Rio Grande do Sul, incluindo a região de Porto Alegre. Há alerta para o elevado risco de tempo severo nessas áreas.

Chuvas ganham intensidade e se espalham pelo Rio Grande do Sul na manhã da quarta-feira.

As chuvas intensas e as tempestades continuam ao longo da manhã se espalhando para o norte do Rio Grande do Sul, com núcleos tempestivos podendo atingir o extremo oeste de Santa Catarina e os extremos oeste e sudoeste do Paraná. Entre o fim da manhã essa condição se estende para todo o norte gaúcho, meio-oeste catarinense, sul e centro-oeste do Paraná. A nebulosidade aumenta também nas demais áreas do Sul do Brasil.

Risco de chuvas intensas e tempestades aumenta na tarde da quarta-feira sobre o estados de Santa Catariana do Paraná.

No período da tarde, as chuvas reduzem no Rio Grande do Sul e passam a ocorrer de forma mais pontual e no máximo com fraca intensidade. Já em Santa Catarina e no Paraná, chuvas intensas atingem todas as regiões com potencial de tempo severo.

A partir do fim do dia, as instabilidades perdem força e as chuvas cessam em boa parte da Região Sul, com chuvas de fraca intensidade ocorrendo na metade norte do Rio Grande do Sul, onde, no fim da noite, as instabilidades voltam a ganhar força.

Na quinta-feira (23), ao longo da madrugada volta a chover com moderada a forte intensidade na metade norte do Rio Grande do Sul, com potencial de tempestades na região Central, no Norte e nas Missões.

As chuvas mias abrangentes acontece entre o fim da manhã e o início da tarde da quinta-feira. Não se descarta o risco de tempestades pontuais.

No período da manhã, as chuvas continuam com até forte intensidade na metade norte do Rio Grande do Sul e o risco de tempestades severas ameaça o oeste de Santa Catarina e do Paraná. O tempo fica nublado nas demais regiões desse estados e o tempo firme predomina na metade sul gaúcha em virtude da atuação de uma massa de ar frio.

A partir do início da tarde, as instabilidades começam a ganhar força e ao longo do período as chuvas intensas e tempestades severas atingem o norte do Rio Grande do Sul, o estado de Santa Catarina e o Paraná. Há elevado potencial para alagamentos, inundações e estragos provocados por rajadas de ventos.

Acumulados da semana na Região Sul, não devem passar dos 100 mm. No entanto, o risco de transtornos por contas chuvas não é descartado.

No fim do dia e no período da noite, as chuvas reduzem, mas ainda ocorrem com fraca a moderada intensidade no centro-leste de Santa Catarina, no leste e oeste do Paraná.

Na sexta-feira (24), as chuvas reduzem e o risco de tempo severo fica concentrado apenas no norte e noroeste do Paraná e somente entre o início e o meio da manhã. Chuvas de fraca a moderada intensidade alternam com período de melhoria nas demais regiões paranaenses. Em Santa Catarina, o tempo fica firme a partir da tarde.

Fonte: Tempo.com

About Author

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading