24 de fevereiro de 2024 23:00
Semana começa com chuvas intensas e tempestades nas regiões Sul e Sudeste. INMET emitiu avisos para risco moderado

Semana começa com chuvas intensas e tempestades nas regiões Sul e Sudeste. INMET emitiu avisos para risco moderado

Chuvas continuam nos próximos dias e os eventos mais intensos e volumosos retornam para as regiões Sul e Sudeste. Há risco de tempestades e de chuvas de até forte intensidade. INMET emitiu avisos de risco moderado.

Uma mudança de padrão se estabeleceu na última semana dando fim a onda de calor histórica que atingiu todas as regiões do Brasil. As temperaturas continuaram mais elevadas, mas valores extremos não foram mais registrados.

No último fim de semana, a formação de uma frente fria entre as regiões Sul e Sudeste contribui para chuvas de até forte intensidade e também para a forte redução das temperaturas, que proporcionaram ligeira sensação de frio no leste da Região Sul, do estado de São Paulo e no Rio de Janeiro.

INMET emitiu avisos de “Risco Moderado” de tempestades para as regiões Sul e Sudeste.
No início desta semana, a frente fria já está bem mais afastada no oceano, bem como a massa de ar frio que contribui para a redução das temperaturas. No entanto, uma região de cavado volta a favorecer as chuvas em parte do centro-sul do Brasil, com chuvas intensas e tempestades atingindo parte das regiões Sul e Sudeste.

Alerta de tempestades com acumulados de 100 mm na Região Sul

Uma região de cavado se forma ao longo da madrugada da segunda-feira (27) entre o Paraguai e Argentina, favorecendo a formação de muitas instabilidades, que passam a atuar no noroeste do Rio Grande do Sul, no oeste de Santa Catarina, no sudoeste e oeste do Paraná por volta do meio da manhã, levando risco de tempestades. Até o fim do período, as instabilidades avançam pela Região Sul e deixam em parte para pancadas e tempestades pontuais o Oeste e Missões do Rio Grande do Sul, no meio-oeste de Santa Catarina, o sudoeste e oeste do Paraná.

No leste do Paraná e de Santa Catarina, em virtude dos ventos de leste, o tempo fica nublado e há possibilidade de chuvas de fraca intensidade a partir do fim da manhã.

No Sudeste, o tempo firme predomina ao longo da manhã em parte da Região, com tempo nublado no leste de São Paulo, no Rio de Janeiro, no leste de Minas Gerais e no Espírito Santo, com potencial de chuva fraca e chuvisco alternando com períodos de melhoria.

As chuvas no início desta semana ocorrem com até forte intensidade em parte das regiões Sul e Sudeste. No estados do Paraná, de São Paulo, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, há maior risco de transtornos por tempestades.
A partir da tarde, as instabilidades se espalham pelo centro-sul. Há risco de tempestades no Oeste, Missões e no norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, no centro-oeste e leste de São Paulo, no sul de Minas Gerais, no Triângulo Mineiro e no Rio de Janeiro. As chuvas mais intensas e volumosas ocorrem no oeste da Região Sul.

No leste do Paraná e de Santa Catarina, em virtude dos ventos de leste, o tempo fica nublado e há possibilidade de chuvas de fraca intensidade a partir do fim da manhã.

No Sudeste, o tempo firme predomina ao longo da manhã em parte da Região, com tempo nublado no leste de São Paulo, no Rio de Janeiro, no leste de Minas Gerais e no Espírito Santo, com potencial de chuva fraca e chuvisco alternando com períodos de melhoria.

As chuvas no início desta semana ocorrem com até forte intensidade em parte das regiões Sul e Sudeste. No estados do Paraná, de São Paulo, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, há maior risco de transtornos por tempestades.
A partir da tarde, as instabilidades se espalham pelo centro-sul. Há risco de tempestades no Oeste, Missões e no norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, no centro-oeste e leste de São Paulo, no sul de Minas Gerais, no Triângulo Mineiro e no Rio de Janeiro. As chuvas mais intensas e volumosas ocorrem no oeste da Região Sul.

Previsão de chuvas para o período da tarde de segunda-feira, segundo o modelo ECMWF.

No período da noite, as chuvas se tornam mais pontuais e com fraca intensidade, cessando em boa parte. Previsão de chuva fraca somente no estado de Santa Catarina e no norte do Rio Grande do Sul. Nas Missões Gaúchas, no norte e oeste de São Paulo e na região do Triângulo Mineiro, há potencial de chuvas intensas e de tempestades mais severas.

Na terça-feira (28), uma nova região de cavado se forma sobre a Região Sul e potencializa as instabilidades ao longo da madrugada e manhã. Assim, há alerta de chuvas intensas e de tempestades, que podem ocorrer com severidade, sobre a metade norte do Rio Grande do Sul, incluindo a região de Porto Alegre, e no extremo oeste do estados de Santa Catarina e do Paraná. Chuvas de até forte intensidade atingem o sul catarinense, e de fraca intensidade está prevista para o restante do estado e para o sul e leste paraenses.

As chuvas mais volumosas atingem a Região Sul e há potencial para alagamentos e novos episódio de inundações. Até terça-feira, os acumulados podem chegar aos 100 mm entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina e aos 150 mm até o fim da semana.

No período da tarde, as chuvas intensas continuam no Norte, Região Central e de Porto Alegre do Rio Grande do Sul, no sul e oeste de Santa Catarina e no oeste do Paraná. No entanto, as instabilidades se desenvolvem e se espalham mais pelo centro-sul do Brasil deixando em alerta para tempestades as demais regiões catarinenses e paranaenses, todo o estado de São Paulo, o centro-sul de Minas Gerais, a região do Triângulo Mineiro e o Rio de Janeiro. No Espírito Santo, a previsão é de chuva fraca ou chuvisco.

No período da noite, as chuvas de até forte intensidade continuam no norte e nordeste do Rio Grande do Sul, no estado de Santa Catarina, na região central, norte, sul e leste do Paraná, no norte, sul e centro-leste de São Paulo, no Triângulo Mineiro e no centro-sul de Minas Gerais.

Previsão do acumulado de precipitação até o fim da semana segundo o modelo ECMWF. Os volumes podem passar dos 100 mm na Região Sul.

A tendência para o restante da semana é de redução das chuvas na Região Sul, com risco de chuvas intensas e tempestades no Paraná na quarta-feira (30), condição esta que se aplica também para o estado de São Paulo, Minas Gerais e o Rio de Janeiro. Na quinta-feira (01), as chuvas se concentram mais no Sudeste, mantendo o risco de chuvas intensas e de tempestades, que podem ocorrer com severidade.

Fonte:Tempo.com

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading