8 de julho de 2024 18:15

01 - Previsão de chuva total acumulada até a segunda-feira mostra que o sistema causará chuvas na região Sul, Mato Grosso do Sul e até São Paulo, além de todo o litoral do Sudeste.

Uma massa de ar frio avança no domingo e reduz as temperaturas em todo o centro-sul do país, afetando até alguns estados do Norte

Ar polar faz as temperaturas despencaram no Sul e parte do Sudeste e Centro-Oeste

Uma massa de ar frio avança no domingo e reduz as temperaturas em todo o centro-sul do país, afetando até alguns estados do Norte. No entanto, alguns estados do Sudeste e Centro-Oeste não serão atingidos.

O tempo seco e quente no Sudeste do Brasil já está persistindo a muito tempo. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu avisos de baixa umidade relativa do ar para grande parte do Sudeste e do Centro-Oeste, com valores girando entre 30% e 20%, o que aumenta o risco de incêndios florestais e problemas de saúde. Além disso, as temperaturas máximas têm ultrapassado constantemente os 30ºC.

Por outro lado, no Sul, a formação de cavados, sistemas frontais e um ciclone têm mantido as chuvas constantes e as temperaturas baixas ao longo dos últimos dias. O INMET emitiu avisos com possibilidade de chuvas volumosas de até 100 mm/dia, ventos intensos de até 100 km/h e queda de granizo para a região Sul.

Temperaturas no centro-sul do Brasil despencam durante fim de semana

Durante o fim de semana, no entanto, veremos uma mudança de padrão atmosférico acontecer em parte do Brasil, graças a uma frente fria que conseguirá avançar além da região Sul. Durante sua passagem, o sistema causará chuvas fracas a moderadas não apenas no Sul do Brasil, como também em São Paulo e Mato Grosso do Sul.

01 – Previsão de chuva total acumulada até a segunda-feira mostra que o sistema causará chuvas na região Sul, Mato Grosso do Sul e até São Paulo, além de todo o litoral do Sudeste.

Durante o domingo (30), as massas de ar frio que estavam atingindo somente a região Sul conseguirão avançar e atingirão outros Estados do Brasil. São Paulo e Rio de Janeiro registrarão quedas significativas de temperatura. Mato Grosso do Sul, uma boa porção do Mato Grosso e até mesmo Rondônia também sentirão uma queda leve nas temperaturas ao longo do Domingo (30).

Em São Paulo capital, as temperaturas máximas caem de 27ºC nesta quinta-feira (27) para 15ºC até a segunda-feira (01). Em Campo Grande, as temperaturas máximas caem de 30ºC para 22ºC no domingo (30). E em Cuiabá, as máximas caem de 36ºC para 27ºC também no domingo.

02 – Previsão de temperatura a 850 hPa no domingo durante a tarde ilustra que, mesmo com o avanço do ar frio, uma bolha de ar quente (cores vermelhas) permanece sobre parte do país.

Na segunda-feira (01), essa queda nas temperaturas também poderá ser sentida levemente no Acre, sul de Goiás e sul do Espírito Santo. Em Minas Gerais, no entanto, a tendência é de que uma “bolha de ar quente” continue presente, assim como no Distrito Federal e boa parte da região Nordeste. Isso faz com que as temperaturas não caiam de maneira significativa nessas regiões.

Na região Sul, também haverá uma queda brusca de temperaturas, com registro de temperaturas abaixo de zero no domingo (30). Há possibilidade de mínimas de até -5°C, com previsão de geadas fortes e abrangentes principalmente no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

03 – Previsão de temperaturas mínimas no domingo durante a madrugada mostra valores negativos em parte da região Sul, especialmente Santa Catarina e Paraná, onde haverá geadas fortes.

Desde a campanha gaúcha até o sul de Mato Grosso do Sul, as temperaturas mínimas registradas durante a madrugada podem ficar abaixo dos 5°C, o que também é esperado no sul de São Paulo e nas cidades mais próximas da divisa com o Paraná.

EM RESUMO, o avanço de uma massa de ar frio durante o domingo (30) fará as temperaturas caírem em boa parte do Sul, Sudeste e do Centro-Oeste, sendo sentida até mesmo em Estados como Rondônia e Acre, no Norte. O sistema trará um alívio para o calor anormal de Junho. No entanto, o ar frio não atinge de maneira significativa alguns Estados, como Minas Gerais e Distrito Federal, onde as altas temperaturas persistem.

Fonte: Tempo.com

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading