20 de abril de 2024 10:56
O programa atende gestantes entre 14 e 22 semanas de gravidez, que estão em acompanhamento pré-natal, moradoras de Americana há pelo menos um ano, com renda familiar per capita de até um quarto de salário-mínimo e inscritas no Cadastro Único.

A segunda edição do programa Mãe Americanense conta com a participação de 40 gestantes. As atividades já começaram e são promovidas pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, junto aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e às equipes dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

O programa atende gestantes entre 14 e 22 semanas de gravidez, que estão em acompanhamento pré-natal, moradoras de Americana há pelo menos um ano, com renda familiar per capita de até um quarto de salário-mínimo e inscritas no Cadastro Único.

As atividades serão desenvolvidas durante três meses, quinzenalmente, encerrando a edição até dezembro. No final, são entregues kits de enxoval para os bebês.

Durante a realização do programa, as gestantes recebem orientações sobre os cuidados com a saúde, mudanças biopsicossociais, aleitamento materno, parto, planejamento familiar, formação do vínculo entre a mãe e o bebê, desenvolvimento humano e práticas educativas parentais, entre outros temas.

Na manhã desta quarta-feira (1), foram realizadas atividades do programa na sede da APAM (Associação de Promoção e Assistência de Americana), na região da Praia Azul. Os temas abordados foram os períodos gestacionais, cuidados na gestação e tipos de partos.

A primeira edição do programa Mãe Americanense foi concluída no dia 21 de outubro, com a participação de 31 gestantes e mães. Na ocasião, o prefeito Chico Sardelli e o vice-prefeito Odir Demarchi entregaram kits de enxoval para os bebês, composto de carrinho de bebê, banheira, produtos de higiene e roupas.

“Faz parte do plano de governo do prefeito Chico e do vice Odir a realização do programa Mãe Americanense. O objetivo é promover o acompanhamento junto às gestantes em situação de vulnerabilidade, para o fortalecimento dos vínculos entre mães e filhos. O programa oferece as condições necessárias para que as participantes tenham todo o apoio de uma rede, recebem orientações e, ao final, são entregues os kits de enxoval para garantir os cuidados com as crianças”, explica a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Juliani Hellen Munhoz Fernandes.

No dia 23 de outubro, foi promovida uma roda de conversa sobre o programa junto à equipe de profissionais envolvidos no trabalho. A ação, realizada em parceria com o SESPA (Serviço Social Presbiteriano de Americana), abordou a prática e a técnica para trabalhar com os grupos de gestantes. A apresentação do tema foi conduzida pela psicóloga perinatal e da parentalidade Natália Penteado.

De acordo com a coordenadora da Proteção Social Básica, a assistente social Janaína Basso Tamborlin, o encontro teve o objetivo de aprimorar o trabalho realizado na cidade. Participaram da roda de conversa 23 profissionais, que receberam material impresso com sugestões de atividades e referências bibliográficas sobre a temática.

Fonte: Governo de Americana.

About Author

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading