14 de abril de 2024 15:00
Uma rede coletora de esgoto instalada na região da Balsa (divisa de município) e de responsabilidade do DAE recebeu reparos após uma operação de três dias que contou com a retirada de diversos entulhos descartados irregularmente na rede, os quais ocasionaram vazamentos do efluente por conta de rompimento na tubulação que fica às margens da Estrada da Balsa.

Uma rede coletora de esgoto instalada na região da Balsa (divisa de município) e de responsabilidade do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste recebeu reparos após uma operação de três dias que contou com a retirada de diversos entulhos descartados irregularmente na rede, os quais ocasionaram vazamentos do efluente por conta de rompimento na tubulação que fica às margens da Estrada da Balsa.

Devido à complexidade dos danos causados na rede, as equipes operacionais da Autarquia aplicaram o sistema de jateamento em um longo trecho da tubulação por meio dos poços de visita (PVs) existentes no percurso, como forma de rastrear e encontrar o ponto exato do rompimento.

Na intervenção, as equipes retiraram de dentro da rede entulhos como pedaços de tapetes, tecidos, estopas e demais resíduos que foram descartados de forma irregular e, por fim, a parte avariada da tubulação foi substituída e o fluxo do esgoto retomou a normalidade. Todo o esgoto coletado nessa região, do lado barbarense, é afastado para ser tratado na Estação de Tratamento de Esgoto – ETE Balsa, unidade ampliada e modernizada pelo DAE de Santa Bárbara em 2020.

Lixo no esgoto

O descarte irregular é uma das principais causas para entupimentos e problemas na rede de esgoto. Entre os materiais mais comuns encontrados nas tubulações estão pedras, madeira, papelão, sacos, restos de comida, óleo, papel higiênico, fio dental, absorventes, cotonetes, tecidos, sacos plásticos, etc. Esse lixo jogado na rede gera custos adicionais e desperdício de recursos do DAE, além de colocar em risco a saúde da população e o meio ambiente, transtornos que podem ser evitados utilizando corretamente a rede de esgoto e o descarte do lixo.

O DAE pede para quem presenciar ações de descarte irregular no esgoto faça a denúncia pelo telefone 3459-5910 a fim de ajudar na recuperação imediata da rede lesada e notificar o infrator. Lixos e entulhos descartados diretamente nos poços de visita (PVs) nas ruas configura crime – danos ao patrimônio público – e se flagrado a pessoa poderá responder judicialmente.

Fonte: DAE/SBO.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading