23 de abril de 2024 04:47
Responsável pela prevenção e controle das zoonoses, doenças que são transmitidas de animais para humanos, ou de humanos para os animais, o Departamento de Vigilância em Zoonoses (DVZ), órgão vinculado a Secretaria de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste,

Responsável pela prevenção e controle das zoonoses, doenças que são transmitidas de animais para humanos, ou de humanos para os animais, o Departamento de Vigilância em Zoonoses (DVZ), órgão vinculado a Secretaria de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste, registrou mais de 280 mil ações em 2023. Foram aproximadamente 273 mil ações realizadas pela Divisão de Controle de Vetores e 7,2 mil pela Divisão de Controle e Bem Estar Animal.

Entre os serviços que mais se destacaram pelo Controle de Vetores estão as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue e de outras arboviroses. Ao longo do ano foram 137,3 mil visitas domiciliares realizadas, 58,6 mil imóveis visitados para controle de criadouros, 49,6 mil para nebulizações e bloqueios, 12,1 mil visitas para avaliação de densidade larvária (índice de breteau), 8,4 mil visitas para monitoramento de armadilhas, 1.141 visitas em pontos estratégicos e 277 em imóveis especiais.

As ações resultaram na eliminação de 1.620 focos de Aedes aegypti. Durante as análises de amostras coletadas durante o ano, foram identificadas 7.828 larvas de Aedes aegypti e 99 de Aedes albopictus. Em 2023, os principais focos de larvas encontrados estiveram relacionados a baldes/regadores, vasos de plantas (plantas na água, vasos, pratinho), latas, frascos e plásticos.

Já no Controle e Bem Estar Animal, o total de ações de controle da raiva animal foi de 1.821, com destaque para 1.106 animais vacinados, entre cães e gatos. No controle de pequenos animais, foram pouco mais de 5 mil ações, em relação a esporotricose, 124 ações e referente a leishmaniose visceral canina, 175 ações.

Outros serviços do Departamento de Vigilância em Zoonoses durante o ano, que se destacam são: 3,6 mil ações de prevenção ao escorpionismo e 665 visitas para orientações e controle de animais sinantrópicos. Referente à febre maculosa, foram 527 ações de monitoramento, prevenção e controle, além de orientações por meio da equipe do DVZ a diversos setores da Saúde, para sensibilização dos profissionais quanto à suspeita e tratamento oportuno da doença.

Já em relação à Informação, Educação e Comunicação, foram realizadas 98 ações, que incluíram palestras, treinamentos e exposições. Esse conjunto de estratégias alcançou um total de 8.507 pessoas, levando informações sobre medidas preventivas e cuidados relacionados às doenças zoonóticas de maior interesse no Município.

Para mais informações sobre as ações e serviços realizados pelo Departamento e suas Divisões, o cidadão pode entrar em contato pelos telefones 3463.8099 (Controle de Vetores) e 3454.4020 (Controle e Bem Estar Animal), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16 horas. O Departamento de Vigilância em Zoonoses está localizado à Estrada da Cachoeira, 1.365, no bairro São Joaquim.

Fonte: Governo de Sta. Bárbara d’Oeste.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading