24 de fevereiro de 2024 21:56
‘O Inquérito do Fim do Mundo’ – uma crítica à atuação do Supremo Tribunal Federal (STF)- a juíza Ludmila Lins Grilo disse em live que teve as contas bancárias bloqueadas por ordem do ministro Alexandre de Moraes.

Banida das redes sociais e aposentada compulsoriamente após emitir opiniões que dialogam com sua obra: ‘O Inquérito do Fim do Mundo’ – uma crítica à atuação do Supremo Tribunal Federal (STF)- a juíza Ludmila Lins Grilo disse em live que teve as contas bancárias bloqueadas por ordem do ministro Alexandre de Moraes.

A juíza ainda informou que seu advogado não foi intimado ou teve acesso, por parte da Justiça brasileira, às informações sobre o bloqueio das contas e que foi avisada pela gerência do banco de que a ordem para o bloqueio veio de Moraes.

“Ainda que eu perca tudo, não quero ser omissa […] Não me arrependo de nada do que fiz, faria tudo de novo, viria para o exílio, perderia salário, não estou nem aí. Tenho que fazer o que é o certo, que é o que estou fazendo aqui […] Podem contar comigo. Inclusive, vou dar uma notícia em primeira mão: minhas contas bancárias foram bloqueadas. Então, hoje em dia nem a minha aposentadoria eu tenho mais”, disse a juíza na live.

Fonte: Diário do Poder

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading