23 de abril de 2024 04:14
Estudo revela que a tecnologia vem sendo utilizada pelas empresas com o intuito de melhorar a comunicação com o público High-Tech e impulsionar seus negócios

Estudo revela que a tecnologia vem sendo utilizada pelas empresas com o intuito de melhorar a comunicação com o público High-Tech e impulsionar seus negócios

Empresas estão cada vez mais investindo no setor tecnológico e atuando junto à inteligência artificial. É o que revela estudo sobre o setor de inovação, divulgado pelo Grupo EP, conglomerado de mídia com atuação no interior de São Paulo e no sul de Minas Gerais. O estudo aborda o comportamento do consumidor e o motivo das instituições privadas optarem por uma comunicação que reconheça a necessidade de ideias mais inovadoras, a partir de insights do mercado regional da empresa. O estudo está disponível no link: negociosep.com.br/form-estudos/.

De acordo com a Liga Aventures, para que um produto ou serviço seja realmente considerado inovador, deve existir uma solução capaz de influenciar os atuais parâmetros do público-alvo da instituição, através de um bom storytelling e de uma comunicação ágil, com linguagem simples e objetiva. Nessa linha, segundo dados levantados pela Confederação Nacional da Indústria, a pesquisa do Grupo EP revela que 97% das empresas do país reconhecem a importância de usar novas tecnologias para serem mais inovadoras e 70% das instituições que já se consideram inovadoras desejam aumentar seus orçamentos em reputação institucional em 2024 através da comunicação.

O estudo também destaca que o público considerado “High-Tech”, que é um público com facilidade para usar tecnologias novas, tem forte presença no interior paulista, enquadrando-se em uma faixa etária entre 19 e 44 anos e classe social ABC. Um levantamento da Kantar Ibope Media apontou que 87% desse público pensam em um dia abrir o próprio negócio, 73% preferem trabalhar em equipe, 98% dão importância para aprender coisas novas, 90% se consideram criativas e 74% aventureiros, 98% gostam de se manter bem informado, 90% levam a vida com bom humor, 73% acham importante realizar várias tarefas de uma vez e 95% acham necessário respeitar os costumes e culturas alheias. Essa pesquisa ainda evidencia a predominância do público High-Tech em todos os canais do Grupo EP, onde 75% assistiram TV aberta, 65% observaram anúncios em grandes formatos (OOH), 58% ouviram rádio e 97% acessaram a internet.

Stéfani Espinosa, coordenadora de Inteligência de Mercado do Grupo EP, ressalta a importância das empresas estarem sempre atentas ao que é novo no mercado. “O mundo tecnológico tende a mudar e se inovar a cada dia, e cabe à nós entendermos o que ele propõe e utilizarmos a nosso favor. O estudo do Grupo EP pretende auxiliar as marcas a compreenderem a necessidade de investir em meios mais eficientes, que não vendam só produtos, mas promovam experiências ao consumidor, gerando insights para os nossos clientes”, diz.

O estudo realizado pelo Grupo EP compõe a vertical de inovação, focado em tecnologia. Neste ano, a empresa passou a desenvolver seus projetos de acordo com as áreas de interesse de seu público, com o objetivo de integrar seus veículos e produzir conteúdos relevantes para o mercado, em cada um deles. São eles: gastronomia, agronegócio, inovação e tecnologia, ESG (Environmental, Social and Governance), games e esportes. “A divisão dos setores é uma forma das marcas se projetarem em cima do que os consumidores buscam, em todas as plataformas de mídia, e entenderem o que essas pessoas esperam dos seus produtos e serviços”, completa Stéfani.

Sobre o Grupo EP

O Grupo EP é formado por um conglomerado de empresas de comunicação fundado pela família Coutinho Nogueira em Campinas (SP) há 43 anos, com atuação nas regiões de Campinas, Ribeirão Preto, Central e Sul de Minas Gerais.

As empresas de mídia do Grupo EP incluem a EPTV, afiliada da Rede Globo, sites Globo (g1 e ge), acidade on, Tudo EP, rádios CBN, EP FM e Jovem Pan, OA Eventos, EP Painéis (Mídia OOH) e participação societária na Rede Bahia.

O conglomerado de mídia alcança mais de 12 milhões de telespectadores e representa 7,39% do consumo de todo o país (Fonte: Cobertura EPTV 2023 / IPC Maps 2023).

Redes sociais: @negocios.ep

Fonte: Agência ERA®

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading