16 de junho de 2024 03:34

Em meio as secas e calor acima do normal, o frio do outono parece ter vindo para ficar desta vez. Tem queda de temperatura prevista até sobre o centro-norte do país na próxima semana.

Nova e intensa massa de ar frio pode derrubar as temperaturas até no Norte do Brasil

Nova e intensa massa de ar frio pode derrubar as temperaturas até no Norte do Brasil

As massas de frio do outono se tornaram mais frequentes, será que o frio enfim chegou para ficar? Na próxima semana, uma intensa massa de ar frio pode derrubar as temperaturas até na região Norte.

Nos últimos dias foi confirmado o término do bloqueio atmosférico e da intensa onda de calor que persistiu por semanas consecutivas em pleno outono no Brasil, o que gerou temperaturas de quase 40°C em diversas cidades no centro do país. É fato que as temperaturas acima da média ainda estão sendo registradas sobre o centro-norte brasileiro, mas isso pode mudar na próxima semana.

Como as massas de ar frio começaram a chegar com maior frequência nesses últimos dias, muita gente tem questionado sobre o frio do outono, será que enfim ele chegou de vez e para ficar? Será que o frio já registrado de forma intensa no Sul vai se espalhar para outras regiões brasileiras?

Temperaturas de 0°C foram registradas no Rio Grande do Sul nesta semana, em que uma massa de ar frio deve persistir e até intensificar esse frio nos próximos dias, o risco de geadas continua!

Certo, já foi mencionado então que existe uma massa de ar frio em vigência nesta semana, a qual já gerou baixas temperaturas em diversas cidades desde o Rio Grande do Sul até o Paraná, e já foi dito também que o frio deve persistir até o final de semana, com possibilidade de geadas.

Porém, nosso alerta de hoje vai para uma segunda e intensa massa de ar frio prevista para o final da próxima semana. Segundo as projeções do modelo europeu ECMWF, essa massa de ar frio tende a ser mais abrangente, ou seja, deve derrubar as temperaturas não só no Sul, mas desta vez também no Sudeste, Centro-Oeste e até partes das regiões Nordeste e Norte.

Frente fria seguida por nova e intensa massa de ar frio

Antes de mencionarmos o frio em questão, vamos entender as características da atmosfera para que o tempo mude de forma significativa ao longo da próxima semana. Antes do frio, terá a chuva com o avanço de uma frente fria pelo centro-sul do Brasil.

Tudo vai começar na terça-feira (20) com a formação de instabilidades no interior do continente com uma área de baixa pressão atmosférica, a qual já vai gerar mais chuvas pelo Sul. Ao longo da semana, esse sistema tende a ganhar corpo, dar origem a uma frente fria bem organizada e que vai avançar de maneira abrangente.

A frente fria vai avançar pelo centro-sul do país até o final da semana e atrás dela é que virá a nova e intensa massa de ar frio.

A frente fria que estará ligada a um centro de baixa pressão atmosférica no oceano, tende a avançar e mudar o tempo no Sul, partes do Sudeste e do Centro-Oeste também, ou seja, existe previsão de chuvas mais expressivas para o centro brasileiro. Aliás, como a chuva vai encontrar uma atmosfera bem quente, há risco de tempo severo com ventos, trovoadas, raios e eventual queda de granizo.

A frente fria vai avançar pelo centro-sul do país até o final da semana, quando então uma massa de ar seco e frio tende a avançar em sua retaguarda. Conforme o tempo for limpando, a temperatura vai caindo de maneira acentuada também!

Aliás, vale ressaltar que a frente fria que vai chegar ao Sudeste e Centro-Oeste na sexta-feira (24) já vai ter passado por áreas mais ao sul do país, e naturalmente a temperatura já vai cair por lá primeiro. Na manhã de sexta já existe até possibilidade de geadas em áreas mais altas no Rio Grande do Sul, com temperaturas abaixo de 4°C na campanha, na fronteira oeste e na serra.

Manhã de sexta-feira (24) com previsão de frio avançando pelo país logo atrás da frente fria.

Apesar do frio mais expressivo concentrado no Rio Grande do Sul como notamos nas áreas em verde do mapa acima, não podemos deixar de destacar as temperaturas amenas também esperadas em outras partes do país. Desde Santa Catarina até o sudoeste de Mato Grosso, são esperadas mínimas abaixo de 15°C.

Esse friozinho de sexta-feira até perde força no período da tarde sobre o centro-norte do país, o que é comum nesta época do ano caracterizando a grande amplitude térmica, porém, na manhã seguinte, ele retorna mais abrangente e mais intenso!

Frio ganha força e se espalha no sábado

A massa de ar frio tende a avançar e se intensificar no final de semana, e na madrugada de sábado (25), são esperadas mínimas abaixo de 10°C em quase toda a região Sul do Brasil, e até mesmo em pontos ao sul de Mato Grosso do Sul.

Em meio a essas temperaturas, são esperadas algumas bem menores e alto potencial para geadas nas serras gaúcha e catarinense, além de pontos na campanha gaúcha e no planalto do Paraná, com mínimas que podem chegar ao 0°C.

Apesar do frio mais organizado e mais intenso no Sul do Brasil, as temperaturas amenas logo cedo também devem chamar a atenção no Sudeste, com destaque especial para o leste de São Paulo e sul de Minas Gerais onde fica a serra da Mantiqueira. Friozinho logo cedo também em boa parte do Centro-Oeste, em Rondônia no Norte do Brasil, e na Bahia no Nordeste.

Fonte: Tempo.com

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading