20 de abril de 2024 11:08
No Brasil, mais de 68 milhões de pessoas vivem em condomínios residenciais, segundo dados mais recentes da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais (ABRASSP).

De locação de espaço para antenas à instalação de minimercado autônomo; conheça as formas de lucrar

No Brasil, mais de 68 milhões de pessoas vivem em condomínios residenciais, segundo dados mais recentes da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais (ABRASSP). Esse número deve receber um considerável incremento, uma vez que a demanda por microapartamentos (de até 30m²) está em alta. Segundo dados do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi), em São Paulo, a oferta por microapartamentos saltou de 461 unidades, em 2016, para 16.261 em 2022.

Esse cenário é favorável principalmente para negócios que têm como público-alvo condôminos. No entanto, gestores de condomínios também podem aproveitar a onda e utilizar estratégias para agregar mais recursos ao caixa e reduzir as despesas para os moradores. Segundo Douglas Pena, CRO da Minha Quitandinha, rede de minimercados autônomos, a recomendação vale também para empreendimentos comerciais. “As estratégias podem ficar ainda mais atrativas quando, além de elevar receitas, ampliam e melhoram a qualidade dos serviços oferecidos no condomínio”, explica.

Conheça as estratégias:

Locação de terraço para instalação de antenas

Os prédios mais altos podem locar os terraços para instalação de antenas e ter um incremento relevante na receita mensal. Esses locais são cobiçados por operadoras de telefonia, TV, internet e rádio, pois esses serviços precisam de uma boa localização para instalar os equipamentos e melhorar a distribuição de sinal.

Instalação de minimercado autônomo

Essa é uma opção que pode ser instalada mesmo em espaços físicos reduzidos. Ela garante, além da renda extra ao condomínio, uma nova opção de serviço aos condôminos. “Com o minimercado à disposição, os moradores e usuários do empreendimento otimizam o tempo com a oportunidade de fazer compras sem precisar se deslocar do endereço. Além disso, o retorno financeiro ao condomínio ocorre por meio da participação nas vendas realizadas no minimercado e toda a instalação e operação do negócio fica sob responsabilidade do fornecedor”, compartilha o executivo.

Venda de material reciclável

Além de ajudar na preservação do meio ambiente, a coleta seletiva pode trazer novas receitas para o empreendimento com a venda de materiais recicláveis, como plástico e metais. “Para isso, será necessário ter um ambiente adequado para o armazenamento e a separação dos resíduos”, recomenda.

Promoção de eventos

Uma prática que vem se popularizando nos condomínios é a realização de eventos com food trucks, feiras noturnas e serviços e produtos ofertados pelos próprios moradores. “Além de gerar renda para os envolvidos nos negócios, os eventos têm a vantagem de promover momentos de interação entre os condôminos”, explica o CRO.

Locação de espaços

Outra possível fonte de receita é a locação de espaços gerais. Muitas vezes, os próprios moradores têm interesse em alugar salas ou depósitos do prédio que não são utilizados. A academia do condomínio, por exemplo, pode ser alugada por personal trainer ou professor de dança e a quadra para professor de esportes. “É importante ressaltar que antes de escolher a melhor estratégia para elevar a renda do condomínio, é necessário aprovar a medida em assembleia juntamente aos condôminos”, finaliza Pena.

Sobre a Minha Quitandinha

A Minha Quitandinha é uma startup de tecnologia em varejo que atua no modelo de franquia de minimercado autônomo. Fundada em 2020, em Balneário Camboriú (SC), a rede de franquias atua por meio do honest market, que funciona 24 horas por dia e sete dias por semana, com o propósito de proporcionar conveniência, qualidade e segurança a complexos residenciais ou comerciais. Como potencializador de fidelização, passa a explorar um novo conceito: o mercado de super proximidade, que aposta no protagonismo do consumidor e no investimento constante em tecnologias de ponta para oferecer um atendimento cada vez mais assertivo e personalizado. Saiba mais aqui.

Fonte: Markable Comunicação.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading