20 de abril de 2024 09:41
Tradicional no mês de setembro, o tema é abordado nos serviços que compõem a Rede de Saúde Mental e a Rede Intersetorial do Município.

Seguem as ações do Movimento Setembro Amarelo em Santa Bárbara d’Oeste. Nesta quarta-feira (20) pacientes atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial “Mario José de Carvalho” – CAPS 2, localizado no Jardim Fernando Mollon, participaram de uma roda de conversa sobre a valorização da vida, focando na importância de verbalizar sobre os sentimentos, quando buscar ajuda e os serviços disponíveis no SUS (Sistema Único de Saúde).

Tradicional no mês de setembro, o tema é abordado nos serviços que compõem a Rede de Saúde Mental e a Rede Intersetorial do Município. Sob a coordenação do NAC (Núcleo de Ações Coletivas), as atividades de sensibilização são realizadas com o objetivo de dar visibilidade e trazer a Saúde Mental para discussão.

De acordo com a OMS, são registrados mais de 700 mil suicídios por ano em todo o mundo. O órgão ressalta ainda que existem episódios subnotificados, o que pode elevar esse número para mais de um milhão de casos. No Brasil, a estimativa é de 14 mil casos anualmente, o que significa que em média 38 pessoas cometem suicídio por dia. Entre 2010 e 2019, o país registrou em torno de 112.230 mil mortes por suicídio.

Em Santa Bárbara d’Oeste, a Prefeitura oferece tratamento para a população nos setores de Saúde Mental, além de acolhimento nas UBSs e atendimento para os casos de urgência nos prontos-socorros.

Fonte: Governo de Santa Bárbara d´Oeste.

About Author

Queremos ouvir você, deixe seu comentário, será um prazer respondê-lo.

Descubra mais sobre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading